12 de out de 2016

O bangalô (Sarah Jio) @Novo_Conceito

Bom dia caçadores!

O bangalô é uma ficção norte-americana escrita pela autora Sarah Jio. Além de escritora, Sarah Jio é também jornalista e responsável por um blog sobre saúde e bem-estar e atualmente seus livros são publicados em 27 países.

Editora Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 316
Média no Skoob: 4.3
Média no Blog: 3 lupinhas

Compare e Compre

Lembranças boas sempre mexem com nossa vida, mas e se for uma lembrança de uma história que ainda não teve um final? Nesta história vamos conhecer Anne Calloway, uma jovem sonhadora que se formou em enfermagem juntamente com sua melhor amiga Kitty Morgan. Anne está noiva de Gerard Golfrey, seu prometido desde a infância fruto de uma amizade entre suas famílias.

"Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade?"

Mas Anne sente que deveria fazer algo maior com seu diploma, pois está em tempos de guerra e precisam de muitas enfermeiras voluntárias. Então ela resolve no dia da festa de seu noivado ir para Bora Bora com sua melhor amiga passar um ano, adiando o casamento com seu amado.

Essas são uma das lembranças de Anne Golfrey enquanto conversava com sua neta Jennifer, ao receber uma carta de Bora Bora depois de tantas décadas do que ocorreu por la, uma guerra que mudou tudo na vida dela e todos que viveram esta trama, principalmente quando ela descobre o que é o amor de verdade e quando conhece Westry Green e dividem juntos um bangalô.

O interessante na história do bangalô, é o percurso entre o passado e o presente narrado em primeira pessoa pela Anne ao relatar recordações de sua vida durante a Segunda Guerra Mundial e como foi vivência durante um ano em Bora Bora no ápice desta guerra que trouxe muita tristeza aos envolvidos.

Anne sabia que não poderia ser somente uma dona de casa em Seattle como era o destino da maioria das mulheres de sua família, mas também amava Gerard e queria que ele fosse como ela e não se acomodasse nas abas da família rica enquanto todos iam para a guerra defender seu país. Sua decisão de partir para Bora foi só o começo de uma história repleta de mistérios, morte e amizades que ficariam marcados para sempre e ela descobre também que sua história não acaba ali no passado.


É uma narrativa simples porém é uma leitura que prende do começo ao fim com essa variação de tempo que deixa a história bem interessante. A capa é atraente e que leva o leitor a questionar os elementos dela com a história. As folhas são amarelas e ásperas com uma fonte basicamente boa. No mais, merece 3 lupinhas.

O que acharam?

Até a próxima, beijo de luz! :)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design