26 de jul de 2016

Quando finalmente voltará a ser como nunca foi (Joachim Meyerhoff) @EdValentina

Autor: Joachim Meyerhoff
Editora: Valentina
Páginas: 352
Ano: 2016
Média do Skoob: 4.4
Média do Blog: 4 lupinhas

Compare e Compre

Joachim nos é apresentado aos 7 anos narrando um fato sobre sua vida, o que me lembrou muito o início do filme Conta comigo (1986). No primeiro parágrafo do primeiro capítulo já sabemos o que acontecerá no decorrer da história, vemos a vida de sua família sendo rebobinado como um filme antigo.    

Joachim morava nas dependências de um Hospital Psiquiátrico, seu pai fora o psiquiatra e logo se tornará o diretor da instituição, dividia a casa com seus dois irmãos mais velhos, seus pais e sua cadela. 

"Assim eu cresci. Em meio a 1.500 doentes psíquicos, além de deficientes físicos e mentais. Meus irmãos e eu dávamos aos pacientes os mais diferentes nomes. Sem a menor consideração, nós os chamávamos de idiotas, loucos ou doidos."

Cada capítulo era um momento da vida narrado pelo olhar de uma criança, na escola, no hospital com os internos, de como eles se comportavam durante o dia e a noite. Joachim gostava da noite e de como os gritos dos internos embalavam seu sono. Muitos episódios aconteceram durante a festa de 40 anos do patriarca da família, de suas resoluções de aniversário de parar de fumar, emagrecer e se exercitar mais.

Os anos transcorreram, as crianças já não eram mais crianças os infortúnios iam batendo na porta, as fatalidades golpeavam a existência, os segredos já não estavam mais embaixo do tapete e o que se esperava para o final era somente as saudades daquilo que realmente foi.

"Cada vez mais tenho a impressão de que o passado é um lugar ainda mais inseguro e instável que o futuro. O que deixei para trás não devia ser algo seguro, concluído, que já fora e só esperava para ser narrado, e o que tenho pela frente não deve ser o chamado futuro a ser moldado?"

Diagramação perfeita. Com uma narrativa fluida, uma verdadeira experiência familiar, com um lar totalmente exótico, com vizinhos um tanto perturbados, não poderia ter outro resultado a num ser uma tragicomédia da vida privada, muitas passagens você se pega rindo, em outras refletindo sobre vários casos dos internos e da própria família de Joachim.

Até a próxima!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design