8 de nov de 2015

O Príncipe de Westeros (organização George R. R. Martin, Gardner Dozois) @SDE_Brasil

Boa tarde caçadores!

Poderia dizer que Martin fez algo que muito(s) escritor(es) gostaria(m) de fazer, convidar autores feras (ou de mesmo gênero) para juntar suas histórias e colocar em um livro! Imagina organizar um livro e colocar os autores que mais gosta?

Eu colocaria tipo Anne Rice, Stephen King, Neil Gaiman, Agatha Christie (se ainda estivesse viva), Edgar Allan Poe (se ainda estivesse vivo) e Bram Stoker (se ainda estivesse vivo), que teria como tema, O cara mais assustador "do pedaço", sucesso na certa (risos)! Mas, voltando ao livro em questão, é de tamanho sucesso:

Editora Saída de Emergência
Ano: 2015
480 páginas
Classificação no Skoob: 3.9
Classificação do Blog: 5 lupinhas

O Príncipe de Westeros e outras histórias é uma antologia que reúne 10 contos incríveis, cada conto de um autor de estilo diferente e suas histórias muito bem elaboradas, vou colocar abaixo os temas com seus respectivos escritores:

Como o Marquês recuperou seu casaco
Neil Gaiman

Proveniência
David W. Ball

Qual é a sua profissão?
Gillian Flynn

Um jeito melhor de morrer
Paul Cornell

Um ano e um dia na velha Theradane
Scott Lynch

A caravana para lugar nenhum
Phyllis Eisenstein

Galho envergado
Joe R. Lansdale

A árvore reluzente
Patrick Rothfuss

Em cartaz
Connie Willis

O príncipe de Westeros ou O irmão do rei
George R. R. Martin

Martin faz uma bela introdução - diria que impecável - contando sua trajetória de vida, do porquê gostar tanto dos canalhas de filme, quadrinhos e livros, e o fato dos canalhas serem os personagens que roubam a cena, desde o faroeste como Jesse james e Billy the kid, de aventura como Indiana Jone, até espaciais como Han Solo de Star Wars, verdadeiros canalhas da história que ganham fãs cada vez que os assistem.

E você não precisa ser fã de Literatura Fantástica para gostar deste livro, porque nele há autores de vários gêneros como: ficção científica, suspense, policial, romance épico, etc. Cada história revela canalhas de todos os tipos como: ladrões, assassinos, contrabandistas, mercenários, em situações e lugares completamente diferentes. É difícil escolher de qual mais gostar.



De fato alguns autores já são conhecidos, mas outros são novidade. Dos que eu já gostava não me surpreendi tanto porque já esperava uma história louca envolvendo canalhice, mas dos que não conhecia, fiquei atônita por ser revelarem muitos bons e é com essa certeza de que, a partir do que li, vou atrás de suas obras para apreciar com voracidade e me tornar fã. 

Muitos se encantam pelo romance com um final feliz e de que o vilão vai ser dar mal, eu gosto é claro mas... quem não encerra um belo romance por causa do bendito vilão que está lá do começo ao fim roubando toda cena querendo se dar bem à todo custo? E por mais que digam que não, é ele que chama a atenção! Dá para acreditar nisso?

Para não spoilar muito, em Proveniência, Ball nos faz gostar do protagonista Max, um senhor de idade que é um verdadeiro marchand - profissional - de obras de arte, que encontra a obra de arte "Davi com a cabeça de Golias" do pintor Caravaggio na mão de um ladrão e negocia para entregar à alguém "merecedor", e nos dá uma história cheia de roubos da obra até a Segunda Guerra Mundial, recheada de canalhas, até mesmo do passado de Max.

Enfim, não poderia contar cada história, vai do leitor se encantar por cada autor e seus contos mirabolantes. É um livro cheio de referências históricas, de aventuras, de escuridão, fantasia e é claro de canalhices, é impossível não gostar de ao menos uma dessas histórias.



A diagramação é bem receptível, o tamanho da fonte é boa e as folhas são lisas e levemente amarelas. O sumário mostra cada autor com as histórias, cada parte é bem dividida (como a foto acima) e nos faz uma breve apresentação dos autores e sinopse das histórias. A capa é linda e beneficia o organizador Martin por se tratar da história do maior canalha de Westeros (risos). No meu parecer, se Martin tinha por finalidade fazer o leitor gostar dos canalhas (já reparou que já repeti várias vezes esta palavra?), ele conseguiu, porque amei os canalhas...da histórias viu!! Por tudo isso, merece e muito 5 lupinhas! :)

Só para matar a curiosidade, Caravaggio foi um pintor bem canalha, mas tem milhares de fãs no mundo todo e suas obras valem milhões...



Mas chega de canalhice por hoje, até a próxima!! :)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design