23 de ago de 2015

Perdendo-me (Cora Carmack) @Novo_Conceito

Boa noite caçadores!

Pense em uma situação: você quer muito algo e não pode ter. Pois é, a garota dessa história viveu literalmente esse drama na vida e em cena teatral, mas vou apresentar para melhor compreensão:

Novo Conceito Editora
Ano: 2014
Páginas: 288
Skoob
Avaliação do Skoob: 4.0
Compre e Compare
Avaliação do blog: 3.0

Perdendo-me é o primeiro livro da trilogia New Adult - no qual conta a história dos amigos Bliss, Cade e Kelsey cronologicamente -  escrita pela autora norte-americana Cora Carmack. O segundo livro é Fingindo (resenha em breve) e o terceiro livro Encontrando-me - em breve será lançado.

Bliss é uma estudante de teatro de 22 anos que está prestes a se formar. É uma garota super controladora de situações e como nunca encontrou um cara legal na sua vida, deixou passar em branco o que agora ela considera um problema: ser virgem.

Ajudada por sua amiga Kelsey, vão à um bar em busca do "pretendente adequado" para solucionar seu "problema"da forma mais simples, com uma noite de sexo casual, porém, depois de umas boas doses de tequila, encontra um britânico lindíssimo chamado Garrick e assim o leva para sua cama, mas acaba voltando o medo do descontrole - afinal nunca esteve preparada para se entregar à alguém - e dá uma desculpa sem nexo, abandonando o gato na sua própria cama.

E não bastasse a noite desastrosa, ao começar seu primeiro dia do último semestre, descobre que o gato britânico é o professor substituto da sua turma naquele semestre, deixando tudo com "ar de proibido" na faculdade, ou seja, deixando Bliss querendo algo que não pode ter - pelo menos naquele semestre - assim como o fato do gato britânico achar que o motivo de não terem consumado àquela noite desastrosa foi por Bliss estar namorando seu melhor amigo Cade, já que vivem andando juntos.


Mas isso não impede os dois de se encontrarem cada vez mais e acender seus desejos proibidos, o que para Bliss já está pegando fogo. E para deixar tudo mais "interessante" na vida de Bliss, seu melhor amigo Cade está apaixonado por ela. O que Bliss vai fazer em relação a seu melhor amigo? Será que Bliss e Garrick vão ficar juntos? Será que Bliss vai se formar com seu "problema" de virgindade resolvido? Ela vai conseguir contar a seu amado sobre a sua virgindade? O que será da vida de Bliss e seus amigos quando todos estão prestes a se formar?

***
A história que foi escrita em 1° pessoa, começou me deixando com raiva pelo fato da protagonista levar tão à serio sua virgindade e achar que era um problema de fato, mas quando o fofo Garrick apareceu na sua vida, a história ficou bem envolvente, como as formas inusitadas em que ele aparecia e que sempre provocava Bliss. E isso me fez prender no drama de tal forma, mais para saber se os pombinhos shakesperianos viriam a ficar juntos e ele fazer ela parar de ser tão chata com relação sua vida íntima.

Assim como o título diz, a protagonista literalmente se perde, não somente no desejo de ficar com o cara lindíssimo de morrer, mas na sua vida no geral. Bliss que se dizia controladora da sua vida, agora se deixa ser manipulada facilmente por sua amiga, já que para ela, ser virgem aos 22 anos era algo estúpido e que as pessoas poderiam achar da mesma forma.

À principio, Bliss me pareceu independente e decidida, mas no decorrer da história confirmou-me que as vezes morar só não quer dizer que é independente e que o fato de viver pensando no futuro não define em nada sua decisão final. Parecia que Bliss, a partir do momento que desejou perder sua virgindade - e nem era algo que ela queria de fato - perdia sempre controle de tudo, até mesmo das suas amizades como exemplo de sua amiga Kelsey, que a meu ver, não me pareceu nenhum pouco sua melhor amiga, que a forçava à ir para baladas e bares contra vontade, fazia de tudo para Bliss perder sua virgindade e nunca parou para ouvir sobre suas verdadeiras frustrações.

Eu achei a Kelsey uma garota super egoísta, deixando ela mais chata por forçar Bliss a ir em baladas para esquecer seus problemas, assim como ficou repetitivo querer sair em momentos constrangedores. Parecia que a amizade de Kelsey só servia para sair, dançar e ficar com caras, quando na verdade Bliss só queria alguém para desabafar.

Dos personagens que mais gostei foi do Cade, achei ele super fofo e sensível e torci para que ele deixasse Bliss de mão e fosse partir para uma garota que gostasse dele da mesma forma como ele gostava da Bliss.

Particularmente achei a história como se fosse o retrato do início da vida sexual de uma garota desengonçada e sem auto-estima, que se tornou madura e confiante, quando ficou frente à frente com seus problemas e os encarou - mesmo apanhando.

É um livro envolvente e gostoso de ler e ao mesmo tempo que dá revolta e raiva da protagonista, mas fiquei feliz com o final. Sobre a diagramação, achei boa e simples, suas folhas são amarelas e um pouco ásperas e não cansam a vista, dá para ler de forma prazerosa. Por tudo que disse, merece 3 lupinhas.

Enfim, já começarei a ler ansiosamente o segundo volume (imagem acima) já que nosso protagonista é o Cade (suspiros), e espero que ele tenha uma história bem mais intensa. Semana que vem direi!

Até a próxima! ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design