12 de jul de 2015

O manual da garota geek (Sam Maggs) @UnicaEditora @EditoraGente

Boa noite caçadores!

Como estão?

Esta semana aconteceu um evento nerd na livraria Leitura em São Luís, no qual mostrou um pouco o mundo geek e logo me lembrei deste livro que venho apresentar que fala tanto das personalidades femininas geeks, quer dizer, algumas geeks existentes no mundo nerd, aliás, somos infinitas, né?


Única Editora / Editora Gente
Ano: 2015
Páginas: 189
Classificação do Skoob: 4.0
Classificação do Blog: 3 lupinhas

Sim, sou uma garota geek e me identifiquei em muitos fandoms descritos neste guia. O manual da garota geek é um livro comportamental que retrata de forma bem divertida e dinâmica a cultura geek.

Para os leigos, aí vai algumas características (no melhor sentido possível): os geeks se interessam por tudo que está relacionado a tecnologia e eletrônica, gostam de filmes de ficção científica (Star Wars, Star Trek e outros), são fanáticos por jogos eletrônicos e sabem desenvolver softwares em várias linguagens de programação.

A princípio a autora aborda e valoriza o quanto é legal ser uma garota geek, suas paixões e definições para chegar às várias características de fandoms, acessórios que geralmente são usados e como aderir aquele fandom, linguagem usadas, lugares legais para conhecer outras pessoas geeks, entrevistas, histórias verídicas, etc. Enfim, tudo voltado para as garotas geeks e seu mundo, no qual muita gente vê como pessoas estranhas.

Alguns diriam que os geeks são poucos sociáveis, mas a verdade é que existe uma grande confusão quanto sua definição por ser misturada com os nerds, estes sim poucos sociáveis. Os geeks geralmente se interessam em detalhes microcósmicos da vida, enquanto que os nerds estão mais concentrados nos aspectos macroscópicos, e isso faz toda diferença.

Mas para Sam Maggs, o foco não é a definição ao “pé da letra” de uma nerd ou geek e sim no seu grande valor perante a sociedade. A autora faz grande uso do perfil de como ser uma garota geek, incentivando a largar o medo de ser quem é e buscar realizar o que gosta de fazer, como por exemplo, à ir em convenções e fazer amigos sem medo.



A autora é uma nerd e geek super feminista e faz bom uso do feminismo no guia e tira muitas dúvidas à cerca da sua definição, mitos, personagens feministas poderosas, enfim, faz questionar nosso feminismo e personalidade.



Achei o livro bem interessante pela visão excepcional que a autora tem sobre o mundo geek e dá para tirar bom proveito disso. Tanto, que descobri vários pontos geeks que não conhecia, e me diverti horrores com as histórias contadas neste guia.

Adorei a diagramação, com os capítulos diferentes e com ilustrações (lembra muito os gibis). As folhas são brancas e lisinhas e a capa comum, mas bem ilustrada e no qual chama de suficientemente atenção.

O mundo geek é algo bem mais profundo do que aparenta ser e acho que a autora poderia sim, explorar de forma abrangente o tema, mas claro.. o manual tem sim, de forma básica, “tudo que uma nerd precisa para dominar o mundo.”.



Gostou? Deixe seu comentário contando à respeito ;)

Até mais!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design