24 de mai de 2015

Finalmente Você (Daisy Prescott) @nVersosEditora

Boa noite caçadores! Como estão?

Este romance no qual apresento, mostra um amor bastante maduro, adulto e bem sensual...(nao é  hot ok, kk), mas me encantou muito.

Imagine você jovem, ainda na faculdade, cheia de sonhos, de amigos que são muito ligados a você, anos que foram muito bons, um melhor amigo que viveu um grande amor e depois... faz escolhas que mudaram toda sua vida posteriormente?

Editora nVersos
Skoob
Classificação pelo Skoob: 4.1
Compare e Compre
Classificação: 4 lupinhas

Basicamente foi assim nos anos de faculdade de Maggie até o final do verão americano quando foi estudar  na França e se casar com um Chef de cozinha francês e viver feliz para sempre. Não... Não foi bem assim o final na história de Daisy Prescott.

A história se passa depois de 20 anos do último verão na faculdade Evergreen. Maggie, é uma escritora de 41 anos que tem um blog especializado em culinária no qual faz crítica a restaurantes, padarias e lojas para amantes da culinária bem famosos. Como uma mulher independente e cheia de energia, tenta retomar sua vida depois de passar uns anos sofridos com um divórcio e o falecimento de sua mãe.

Morar em uma casa de praia que é herança de família na Ilha Whidbey Island, escrevendo seus artigos e tendo um bom amigo e vizinho para flertar como o John Day, está sendo quase uma vida perfeita para Maggie. Ela se prepara para receber Quinn, Selah, Ben e Jo, seus amigos mais íntimos da época da faculdade, para passar um final de semana antes do encontro oficial com todos seus colegas.

O que Maggie não imaginava é que Selah e Quinn armaram um reencontro com um convidado a mais para deixar o final de semana ainda mais interessante.  Sim, seu grande amor e melhor amigo Gil Morrow. Lembram o que falei que ela fez escolhas que mudaram sua vida posteriormente? Pois é, ela teve uma noite de amor maravilhosa com Gil e temendo perder sua amizade foi estudar por um ano na França e quando retornou, bem, foi como um "incidente francês", Maggie casada com outra pessoa partindo o coração do jovem e belo Gil.

Maggie e seus amigos passam um final de semana incrível cheia de emoções e diversão e agora com coisas inacabadas a resolver também com o retorno de Gil, no qual traz à tona todas as lembranças boas que Maggie viveu ao seu lado, fazendo-a refletir sobre suas escolhas e atitudes do passado. Será que não deveria ter viajado e assumido seu amor com Gil? Ou será que tudo o que aconteceu, deveria ter acontecido para serem o que são agora? Aí nos faz pensar sobre essa questão:

                 "Será que podemos aprender a amar a vida que temos agora e deixar para trás as                         expectativas do que deveríamos ser?"

Finalmente você é uma história de amor norte-americana bastante envolvente, que nos remete a pensar sobre nossas escolhas de vida e se o que escolhemos deixa a desejar ou mesmo impede de darmos uma chance a nós mesmos para sermos felizes como queremos de verdade. 

As vezes pensamos que estamos velhos e que nada pode ser mudado para buscar a desejada felicidade, seja no estudo, nos sonhos, no amor.... mas não é bem assim. Pode ser tarde para os acomodados, mas nunca é tarde para quem quer ser feliz, nunca é tarde para dar uma chance ao amor.

E Maggie está tendo esta chance e não sabe se a mesma vai agarrar como deve ser ou como ela quer que seja. Você já fez escolhas que em um futuro não tão distante não resultou como queria e resolveu dar um segunda, terceira, quarta chance para mudar o rumo das coisas?

À medida que lia a história, sempre olhava para a capa quando surgia Maggie e Gil em cena e percebi que batem igualmente às suas descrições físicas.. haha, será que foi proposital da editora? Achei o máximo, a praia, a caminhada, Gil tocar a cintura de Maggie, sorrisos, cabelos castanhos e bagunçados de Gil..Me fez imaginar detalhadamente o que viveram nessa ilha mágica e romântica. Falando sobre capas, também achei belíssima a original:


A curiosidade desta capa é que me fez lembrar das pedras dos desejos, estas pedras são como estas da capa, com uma listra branca no qual se completa ao redor da pedra. Se fizer um pedido e jogar no mar, seus desejos são realizados. Os pombinhos (Maggie e Gil) fizeram seus desejos deram certo, haha.

Sobre a leitura em si, a autora foi muito feliz na sua escrita, com suas letras na medida que os olhos não cansam, os capítulos enumerados por extenso bem grandes e como se fossem escritos à mão, e a primeira frase de cada capitulo com uma fonte uma pouco maior e em negrito, achei diferente e divertido.



Enfim, espero (fingindo que não li todo, haha) que estes dois deixem o que ficou para trás e vivam o amor... há o amor....o amor não tem vez fila, não tem idade, e como disse Willian Shakespeare:

"Amor quando é amor não definha

E até o final das eras há de aumentar.

Mas se o que eu digo for erro

E o meu engano for provado

Então eu nunca terei escrito 

Ou nunca ninguém terá amado."





Gostou? Deixe seu comentário!


Até a próxima! ;)









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design