10 de abr de 2015

Filme: Grandes Olhos @ParisFilmes

Boa noite caçadores, como vão?

Estou pesquisando ultimamente sobre alguns filmes de drama bem legais, porque geralmente não são vistos (a meu ver) com bons olhos no sentido de muitos falharem em seu propósito cinematográfico. O que não é o caso de Olhos Grandes, e vou explicar por que:

Título original: Big Eyes
Distribuidor: Paris Filmes
Ano: 2015
Dirigido por: Tim Burton
Duração: 105 minutos
Gênero: Drama, Biografia
Nacionalidade: Estados Unidos

O filme Grandes Olhos é um filme de drama e biográfico, dirigido por Tim Burton no qual  trata a história real da artista plástica Margaret Keaner e suas famosas obras de arte com crianças de olhos grandes e expressivos 

Margaret (interpretada por Amy Adams) é uma excelente artista da metade do século XX e mãe que fugiu de um casamento sufocado e arrisca viver e conseguir um trabalho para sustentar sua filha sozinha.

Em suas investidas de pintura ao ar livre para conseguir uma renda, conhece o artista plástico Walter Keane (interpretado por Christoph Waltz), os quais se apaixonam e tão logo se casam devido Margaret correr o risco de perder a guarda da sua filha pelo ex-marido, uma vez que não tem um trabalho fixo para manter-se.

A partir de então, Margaret se torna Margaret Keaner e passa a assinar suas obras com o sobrenome de casada Keaner. Walter em suas investidas para tentar fazer com que suas obras sejam reconhecidas e compradas, leva as obras da sua esposa com a mesma finalidade. A princípio tentou em uma galeria mas não conseguiu, depois foi arriscar em uma casa noturna famosa deixando expostas as obras de ambos nas paredes. Walter acabou por se desentender com o proprietário, e essa briga foi anunciada em jornal no qual chamou a atenção de curiosos. 

No entanto ninguém se interessava pelas suas obras e sim as da sua esposa como as obras de ambos tem como assinatura Keaner, Walter fez marketing como se fossem todas suas e com a mídia por perto, o mesmo conseguiu vender todas expostas. 

Margaret ao descobrir a mentira do esposo, tenta argumentar por ele levar créditos de obras que não eram suas, mas logo desiste ao perceber que pessoas não ligam por obras feitas por mulheres e sim por homens, e com a venda de suas obras por Walter se intitulando o autor, conseguiam uma boa renda.


Bem...suas obras ficam mundialmente famosas como autor Keaner e Margaret agora vive essa farsa não somente para o público, mas como para sua única amiga e sua filha por... "não sei quanto tempo".

Será que ela vai preferir sofrer por tanto tempo ou vai conseguir sua autonomia e liberdade, além do reconhecimento justo de suas obras? Bem... isso só o telespectador para descobrir.

O que achei interessante neste filme além de ser biográfico, é a questão da invisibilidade da mulher que é muito predominante no século XX, tantas artistas, as quais tiveram obras brilhantes, mas que não eram bem visíveis enquanto vida por serem de autoria feminina, uma vez que a mulher no início do século XX lutava por sua independência, e não eram bem vistas ou por serem mães solteiras ou  por estarem trabalhando. Muitas delas só foram reconhecidas, após o falecimento. 

Outro fato que achei relevante para análise foi o fato de Walter, que por ser um artista frustado que não alcançou a glória por suas próprias obras, tem uma vida cheia de mentiras muito antes de conhecer Margaret, e agora com ela, muito mais. O cara tinha um problema sério de amor próprio...muito!

Margaret é uma mulher maravilhosa e grande exemplo para tantas mulheres, que até os dias atuais, estão submetidas à relacionamentos que afrontam sua liberdade. E isso você vai descobrir também no filme com a curiosidade de  que ela ainda é viva.
                                                             Uma de suas mais famosas obras.

Nem preciso revelar que surge uma música de Lana Del Rey né... tocou divinamente em um momento bem triste da artista.

Então tratar da vida de uma artista tão polêmica e diva como a Margaret e por relevar um assunto tão importante que é o papel da mulher em uma época em que ela não tinha vez, merece 5 lupinhas ;)



Quem já assistiu, deixem sua opinião e quem ainda não, assistam, vale muito a pena.

Até a próxima!

3 comentários:

Miaka J. S. Freitas disse...

Ain! Eu não acredito que você já conseguiu assistir esse filme.
Ou seja, eu mesma que sou sempre a atrasada. Quando vi esse filme, ainda não tinha nos cinemas, depois simplesmente esqueci dele e agora lembrei novamente por ver a sua resenha (risos). Sou mesmo uma cabeça de vento!

Eu tô com ele na lista justamente por eu adorar o Tim Burton e tudo que ele faz, então com certeza to com muita expectativa para esse filme também

Beijinhos =*
Miaka Freitas
www.umsofaalareira.blogspot.com.br

Karol disse...

Oi, Emyle! Como vai?
Quero muito, muuuuito, muito assistir a Grandes Olhos. Aguardei a estreia, ouvi a música da Lana, que aliás é divina (<3), tentei achar para assistir e... nada. Não assisti ainda. Sua resenha só me fez querer mais e mais, porque está maravilhosa! Pasmei quando você disse que a Margaret ainda está viva O.O Gen-te, que bapho! hahhahaha A vida dela deve ter sido bem sofrida, porque não ser reconhecida como uma boa artista só por ser mulher, ter que praticamente fazer obras para o seu marido assinar como se ele tivesse feito, como se ele tivesse tido todo o trabalho de pintar, e ainda ter que criar sua filha no meio de tudo isso, lidando com a separação do pai, porque não deve ser muito fácil para a criança, né?! Nossa... É barra. A história parece ser bem emocionante e eu vou buscar assistir assim que puder!
Beijinhos,
Karol.
www.heykarol.com

Emyle May disse...

Boa tarde Meninas! Que bom que gostaram, busquem assistir, vocês vão encontrar ;)

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design