10 de dez de 2014

[Divulgação] Norma Bengell @nVersosEditora

Norma Bengell

Vida e história de uma das atrizes mais polêmicas do Brasil, é retratada em biografia lançada pela nVersos Editora

  
 “O que eu quero é não morrer muda”.
Norma Bengell
  



Carioca de Copacabana, nascida em 1935, Norma Bengell começou sua carreira artística como manequim na Casa Canadá, até que seu charme e carisma a levaram aos palcos do Teatro de Revista. Num espetáculo, quando ainda dançava nas últimas fileiras, foi assistida por Carmen Miranda, que prenunciou: “Menina, desta turma toda, você é quem vai ser uma grande estrela”.
Lutando contra a ditadura, acabou no exílio, em Paris. Na França, encenou Marivaux, marcou presença no Théâtre National Populaire e foi condecorada pelo então presidente François Mitterrand. Mas Norma gostava mesmo era do Brasil. De volta ao país de origem, deixou para trás o papel de sex symbol e, nos anos 1980, reivindicou o posto de diretora de cinema também para mulheres ao lançar seu primeiro longa, Eternamente Pagu.

Nos anos 1990, tomou a dianteira no processo de retomada do cinema brasileiro, que agonizava, ao bater na porta do gabinete dos presidentes Fernando Collor e Itamar Franco para brigar por financiamentos e pela aprovação da Lei Rouanet.


FICHA TÉCNICA
Editora: nVersos
Páginas:
366 páginas
ISBN:
978-85-64013-68-1
Formato:
16 x 23 cm
Preço: R$ 59,90


SOBRE NORMA BENGELL

Norma Bengell nasceu em 1935, no Rio de Janeiro. Iniciou sua carreira como modelo e vedete, depois se tornou atriz, atuou em filmes como Os Cafajestes (1962) e O Pagador de Promessas (1962), no Brasil, e em Il Mafioso (1962), La Constanza Della Ragione (1964), entre muitos outros, na Europa, e também no teatro francês. Cantou, lançou o disco Ooooooh! Norma, em 1959, e fez minisséries na TV Globo, como Partido Alto (1984). Foi ainda diretora de filmes como Eternamente Pagu (1988) e O Guarani (1996). Norma teve papel decisivo para o Cinema Novo brasileiro no início dos anos 1990. Faleceu em 2013, vítima de câncer de pulmão.

SOBRE A EDITORA

Criada em 2011, em São Paulo, a nVersos Editora surgiu para explorar novos processos e segmentos de produção de conhecimento não alinhados ao mercado convencional, além de divulgar a pluralidade. Segundo seus fundadores, Julio César Batista e Raimundo Araújo Gama, nessa sua proposta de atuar à luz de uma literatura multifacetada, a empresa dirige seu foco tanto para os textos tradicionais como para os resultantes de distintas convergências. Ao contemplar este universo, a nVersos não apenas valoriza, mas também leva ao mercado uma linha editorial sem fronteiras e sem abordagens preestabelecidas. Graças a esse largo espectro de busca e identificação de autores com as mais diversas propostas, a editora reafirma, constantemente, sua disposição de participar da formação de um imaginário capaz de contribuir para a compreensão da complexidade do mundo contemporâneo a partir de diferentes análises e leituras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design