21 de out de 2014

[Divulgação] Crônicas da Norma vence Prêmio Jabuti 2014 @CallisEditora


Os títulos trazem histórias que ensinam de forma simples e divertida fonética, morfologia, sintaxe e estilística

As obras são de Blandina Franco e José Carlos Lollo com consultoria de Gabriel Perissé

Fruto da parceria inédita entre o Instituto Antonio Houaiss e a editora Callis, a coleção “Crônicas da Norma”, que aproveita a literatura para abordar a gramática de uma forma descontraída, acaba de ganhar o Prêmio Jabuti 2014, na categoria Didático e Paradidático.

Personagens como a catacrese, a crase e o ditongo surgem literariamente para esclarecer dúvidas comuns no aprendizado. Com textos curtos, linguagem simples e muito bom humor, o leitor vai se deparar com histórias como a da pobre moça chamada Crase e do valente caçador Singular que não se deixa enganar pelo Plural.

A coleção é formada pelos títulos “Estilística”, Sintaxe” e “Morfologia” que ajudam as crianças a conhecer e a entender as regras da língua portuguesa de um jeito divertido.

Leia mais:

“Crônicas da Norma – Estilística”
cid:image003.png@01CE0B9F.30639020


Você sabe o que é catacrese? E antanáclase? Nesse volume da coleção “Crônicas da Norma”, esses são alguns dos “personagens” que dão nome às histórias. Eles pertencem à estilística, ramo da gramática que estuda estilos, formas e maneiras de expressar sentimentos e coisas, tanto na forma escrita quanto na falada.





Coleção Crônicas da Norma – Sintaxe
cid:image004.png@01CE0B9F.30639020


Feita em parceria com o Instituto Antônio Houaiss, essa coleção fala sobre gramática de uma forma descontraída. Aqui, o leitor encontra um predicativo do sujeito, um ditongo ou até mesmo uma antonomásia como personagens de pequenas histórias que vão ajudar a criança a falar com mais clareza, escrever melhor e se dar bem na prova!





“Coleção Crônicas da Norma – Morfologia”
cid:image005.png@01CE0B9F.30639020


Nesse volume da coleção, a autora conta a história dos irmãos Ditongo Crescente e Ditongo Decrescente, da pobre moça chamada Crase, do fortíssimo Superlativo, das gêmeas Parônimas, do valente caçador Singular que não se deixa enganar pelo Plural e muitas outras histórias. Com muita criatividade e humor, cada capítulo vai esclarecendo regras gramaticais da língua portuguesa para as crianças.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design