30 de ago de 2014

[Divulgação] A Bibliotecária de Auschwitz, novo livro de ficção da Agir



Autor: Antonio G. Iturbe
Preço do livro físico:R$ 39,90
Preço do livro digital:R$27,40
Páginas: 372
Formato: 15,5 x 23 cm
ISBN: 9788522015849
Gênero: Ficção
Editora: Agir

A história de coragem da menina e do professor que contrabandearam conhecimento por entre os muros do mais devastador símbolo da Segunda Guerra Mundial.




Editora de livros de ficção best-sellers como “Morte súbita”, “A distância entre nós”, “A cidade do sol”, “A travessia de Caleb”, “O caçador de pipas”, “As memórias do livro” e “As aventuras de Pi”, o Grupo Ediouro lança em agosto, pelo selo Agir, mais uma ficção para o seu catálogo: “A Bibliotecária de Auschwitz”. Parte real, parte ficção, a história que Antonio G. Iturbe narra começou a se delinear a partir da seguinte informação, extraída de um livro de Alberto Manguel: a menor biblioteca da história continha oito livros e ficava no bloco 31 do campo de concentração de Auschwitz-Birkenau, na Alemanha.

Movido pela curiosidade, o autor mergulha em pesquisas extensas sobre a vida nos campos de concentração, buscando informações sobre a tal biblioteca secreta e encontra a personagem principal de sua história: Dita Dorachova, a quem Iturbe teve a chance de entrevistar, e que em 1944 era responsável por manter escondidos dos oficiais nazistas os únicos livros dos quais 500 crianças judias de Auschwitz dispunham para aprender.

Num campo de concentração em plena Segunda Guerra Mundial a máxima é sobreviver a qualquer custo. Aos 14 anos, Dita sabe bem quais ações podem colocar sua vida em risco, mas isso não impede a menina de aceitar uma importante e perigosa tarefa: ser a guardiã dos livros da escola clandestina do professor Fredy Hirsh, que, autorizado pelos alemães a realizar atividades estritamente lúdicas com as crianças do campo de concentração, tem como missão secreta fortalecer essas crianças com a mais poderosa das armas: o conhecimento.
Sob o olhar da jovem Dita, que vê sua infância acabar quando as tropas alemãs ocupam sua cidade natal, Praga, o leitor acompanha sua trajetória e a de outros cujo único objetivo de vida é sobreviver no maior campo de extermínio de judeus da Segunda Guerra Mundial. No entanto, nem o medo das câmaras de gás, do tenebroso doutor Mengele – o “Anjo da Morte” – e das constantes inspeções dos oficiais nazistas, conseguem tirar da menina o prazer de aprender e a esperança de poder, um dia, simplesmente, viver.

“A Bibliotecária de Auschwitz”chega às livrarias em agosto e é um registro de uma época sofrida da história, cujas páginas são repletas de coragem, esperança e personagens cativantes, unidos por um mesmo objetivo: o desejo de viver.

Um comentário:

Sonia Regina Rocha Rodrigues disse...

Uma história real incrível, tão bem transformada em livro, só merece elogios.
Parabéns pela resenha.

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design