23 de jul de 2014

O Oceano no Fim do Caminho (Neil Gaiman)

Bom dia, Caçadores!

Ed. Intrínseca

208 páginas




Há quarenta anos atrás, o narrador personagem que não sabemos o nome, viveu incríveis experiências. Ele tinha apenas sete anos e vivia com sua família numa casa grande. Com crises financeiras os pais decidem alugar o quarto do alto da escada, que antes era dele. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.


Nessa história os adultos não conseguem compreender os eventos que acontecem. A responsabilidade de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Lettie Hempstock é uma garota de onze anos incrível. Ela pode ter onze ou muito mais. Talvez ela tenha visto o início do mundo, como as coisas nasceram e surgiram, como aquele lago dos patos, na velha fazenda, se tornou o oceano no fim do caminho. É Lettie, juntamente com sua mãe e avó que ajudam o garoto de sete anos com os problemas sobrenaturais. O mais mágico é que as duas senhoras Hempstock podem ser mais velhas que a criação de qualquer outra coisa.

Não sabemos se os eventos narrados pelo personagem são reais ou fruto da sua fértil imaginação de uma criança apaixonada pelos livros e sem muito convívio social. Entretanto eu acredito na história desse homem que com tão pouca idade vivenciou medos extremos.

"Existem monstros de todos os formatos e tamanhos. Alguns deles são coisas de que as pessoas têm medo. Alguns são coisas que se parecem com outras das quais as pessoas costumavam ter medo muito tempo atrás. Algumas vezes os monstros são coisas das quais as pessoas deveriam ter medo, mas não tem." – página 129.

Classificação:

Um comentário:

Marina Bartholi disse...

Eu sinceramente não me encantei muito por esse livro. Apesar de parecer ter uma história instigante. Não, pode ser que algum dia eu possa pensar em ler ele. Mas no momento não, sem contar que alguns livros da editora Intrínseca são caros. Achei a capa muito bonita.

Bjkas :)
http://afinsdaleitura.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design