16 de set de 2013

O evangelho segundo Hitler (Marcos Peres)


Ed. Record
O evangelho segundo Hitler
352 Páginas
ISBN: 9788501403698
Preço Sugerido: R$ 38


Olá, caçadores e caçadores! Curiosos com o livro de hoje? Pois é. Não é para menos. Mas, antes de deduzirem sobre a história do livro, leiam a resenha e, depois, tirem suas conclusões.

A capa vermelha do livro já chama a atenção de quem o observa em uma livraria. O nome, também.  Uma mistura de santo (Evangelho) com o profano (Hitler).  Talvez um pecado para a Igreja.  Mas uma virtude para a Literatura.  Marcos Peres, o autor de O evangelho segundo Hitler, é o responsável por criar uma história tão empiricamente impossível, que não há como deixar de lê-la sem reconhecer o talento e a criatividade do escritor.


No livro, o impensável é pensando. E colocado em prática. Jorge Luis Borges é um jovem aspirante a escritor argentino que não teve pai. Por conta dos credos de sua família, teve de ter esse nome, e não o que estava planejado inicialmente (Jorge Felipe Alvarenga Boaventura). Ele se interessa pela literatura produzida por um argentino, que, por coincidência, tem o mesmo nome que o dele: Jorge Luis Borges, até então um escritor não muito conhecido, que publica contos e ensaios na revista Proa.

A coincidência dos nomes, a inveja do outro e o roubo de alguns textos escritos pelo autor de O Aleph para impressionar a uma mulher, faz com que o Borges criado por Perez vá parar na Alemanha. Chamado de profeta por alguns alemães da Thule (uma sociedade secreta), o homônimo do autor de Ficções conhece o ainda jovem e bom orador Adolf Hitler, e se vê no meio da fundação do Partido Nazista.

Para tentar sair da Alemanha e do mundo em que se meteu, Borges inventa uma mentira que acaba influenciando o futuro da humanidade. Uma mentira que nasceu dos evangelhos bíblicos, passando pelos evangelhos apócrifos e sociedades secretas, até chegar ao seio do nazismo. Mentira que dará a ele a missão de matar o responsável pela morte de milhões de pessoas.

Bebendo de fontes como o próprio Jorge Luis Borges, Umberto Eco e livros de História, o autor cria um romance estupendo. Peres, além da criatividade, utilizou-se da loucura para escrever o livro que merecidamente recebeu o Prêmio Sesc de Literatura 2012/2013. Loucura muito lucida, por sinal.  Loucura para criar um livro mentiroso. Mas de uma mentira tão bem escrita que, ao lê-la, tomamos como verdade absoluta e irrefutável, mesmo que, no prefácio, o autor nos diga que o livro não passa de “uma pequena pedra no sapato dos que vendem e compram facilmente as teorias mirabolantes”.  Se o livro for lançado internacionalmente, o Dan Brown deve começar a se cuidar. 



* Tive a oportunidade de entrevistar o autor em junho deste ano. Ele é de minha cidade (Maringá-PR). À época, ele me disse que não imaginava ter o nome ao lado de uma suástica.  Confira a entrevista aqui.

* Está resenha, com pequenas alterações, foi publicada no jornal O Diário do Norte do Paraná, no dia 
13 de setembro. 
Aguardo os comentários de vocês!

Até a próxima, caçadores!



4 comentários:

Fernando Pacman disse...

Olá João
Excelente resenha. O nome do livro já chama muita atenção mesmo. Gosto de histórias que me ensinem um pouco mais sobre esta fase que considero negra da história mundial.

Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
Abraços

http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

Vanilda disse...

O título já faz uma certa provocação no leitor e não sabia que era de autor nacional. Com certeza tem uma grande história aí. E que bacana você ter tido a oportunidade de conhecer o autor!
@VanildaP

João Victor disse...

Olá, Fernando!

Obrigado pela visita e continue nos visitando aqui.

Leia o livro, garanto que você não vai se decepcionar.

Abraço.

João Victor disse...

Vanilda, tem mesmo. Espero que vocês o leia.

Um beijo.

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design