13 de mai de 2013

Saramago: Biografia (João Marques Lopes)




Ed. Leya
ISBN: 9788562936296
278 Páginas


Biografias sempre são interessantes. Mais ainda quando a persona a ser desconstruída por meio das palavras é alguém relevante em sua área. Nesses dois quesitos, José de Sousa Saramago (1922-2010), comunista, ateu, único autor de língua portuguesa a levar o Nobel de Literatura, encaixa-se bem nesses dois quesitos.

Saramago – Biografia (2010), de João Marques Lopes, retrata desde a infância humilde em Azinhaga e Lisboa, até à consagração, que ocorreu em 1998 com o Nobel, passando por todas as fases da vida do autor. Mesmo que não aprofunde-se tanto como se espera em uma biografia convencional.

No livro, fatos sobre a infância do português dão um quê de especial em sua obra. Ele, que nasceu em uma família humilde – a mãe era dona de casa e analfabeta; o pai,  policial, tinha apenas dois livros em sua casa, que eram de outras pessoas. Ao jovem Saramago, isso não foi um problema, e sim, uma ponte entre ele e as bibliotecas que frequentaria, onde passaria noites lendo os clássicos e conhecendo mais sobre o fantástico mundo da literatura – sem o auxílio de ninguém.

Como formação em serralheiro mecânico, a biografia mostra um pouco da juventude do português, que exerceu a profissão que aprendera em um hospital nos anos quarenta. Por conta de sua escrita e de seus conhecimentos em matemática, foi promovido a auxiliar administrativo no mesmo local.
Foi durante esse período que escreveu seus primeiros versos, dedicados à mulher amada: Ilda Reis, com quem se casaria e viveria durante 26 anos, mãe de sua única filha, Valentina.
Cautela, que ninguém ouça.
 O segredo que te digo:
Dou-te um coração de louça
Porque o meu anda contigo.
 A filha nasceu em 1947, mesmo ano em que lançou o primeiro romance, chamado de Terra do Pecado, que, se chamaria de A viúva, mas, por questões comerciais, teve o outro nome. O livro não teve impacto nenhum.

No livro também é retratada a frustração do autor com a literatura ao, em 1953, enviar um romance (Claraboia) a uma editora e não obter resposta; a trocas de emprego; seus artigos escritos em jornais; sua militância no Partido Comunista Português; seu trabalho no Diário de Notícias, até sua representatividade no meio cultural e literário de Portugal.

Aos 53 anos, já separado de Ilda, toma a decisão que muda sua vida: dedicar-se à escrita ficcional. Sem salário fixo todo mês, Saramago, ainda sem muito prestigio como escritor, vive de traduções e artigos que escreve para revistas.

A decisão tomada provar-se-ia certa, pois, nos anos seguintes, publica livros bem aceitos pela crítica. Destaque para Levantado do chão (1980), que foi o primeiro a ter o “estilo saramaguiano” de escrita. Entretanto, a consagração viria com Memorial do Convento (1982), quando começa a tornar-se conhecido fora de Portugal.  

A biografia ainda passa pelo restante da obra do autor. Falando de curiosidades interessantes. Sobre a polêmica que O evangelho segundo Jesus Cristo (1991) se envolveu; sobre os romances alegóricos e os últimos livros produzidos pelo Nobel português.

Para quem espera uma super-biografia, acalme-se. A vida particular de Saramago não fica muito exposta. Isto porque, o próprio autor não expusera sua vida particular como muitas outras pessoas o fazem.

 Para escrever a biografia, João utilizou-se de livros do próprio autor, como As pequenas memórias (2006), cuja resenha você pode ler aqui, e os Cadernos de Lanzarote (1993-1997), livros estes em que o autor fala de suas memórias e de sua opinião acerca de fatos do mundo, respectivamente.

Ao final do livro, há um capítulo mostrando todos os prêmios que José ganhou, sobre as polêmicas que se envolveu e a cronologia da vida dele.

O livro é leitura obrigatória para quem é fã do autor português e quer entende-lo um pouco mais. Para quem não o conhece muito também, vale do mesmo jeito, já que passará a conhecer mais desse escritor que foi um pensador do mundo.




Vamos às notas:
Capa: 10 – Meio rosto de Saramago aparecendo enquanto segura o óculos dá um ar de bondade ao escritor. Achei demais!;
Conteúdo: 10 – A história do escritor, que nasce numa família pobre e se torna reconhecido mundialmente é brilhante. O livro também foi bem escrito;
Diagramação: 10 – Excelente! Além do mais, há fotos no meio do livro, que o mostram na infância, até meado dos anos 2000.

Aguardo o comentário de vocês.
Até!



6 comentários:

Jessica Gomes disse...

Bela resenha, João! Já ouvi falar do autor, mas nunca li muita coisa dele.

Polêmica com um livro? Adorooooo! KKKK

Vou procurar ficar a par dele.

beijinhos.

Caçadora de Livros disse...

O mais engraçado de tudo é que vi esse livro ontem na livraria e falei no seu nome, como grande fã que é de Saramago.
Parabéns pela análise, que pelo toque apaixonado trouxe o foco necessário para os leitores do CDL.

João Victor disse...

Jessica Gomes, Saramago foi um autor mais do que polêmico. Leia os livros dele e você saberá! HAHA.

Beijo e obrigado pelo elogio.

João Victor disse...

Obrigado, Fer. Você deve ler o livro também, viu?!!

E viva o CDL. Um dos blogs com equipe de resenhistas mais do que qualificada!

Beijão!

Ana Calciolali disse...

Já li "Caim" e "Ensaio Sobre a Cegueira". Realmente gostei muito. Creio que irei comprar esse livro. Uma pena que é curto.

Parabéns pela resenha, João Victor. :]

João Victor disse...

Eiiii, Ana, obrigado.

Eu também já li os dois. Salvo engano, futuramente postarei resenha deles aqui. Fique ligada.

Sobre o tamanho dele, é...realmente é uma pena ser curto. Mas é o que temos? Rá!

Beijo e volte sempre!

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design