9 de abr de 2013

A Vez da Minha Vida (Cecilia Ahern) @Novo_Conceito




Livro encaminhado pela Editora Novo Conceito
383 Páginas
Skoob
Compare e Compre

Olá, caçadores!,  sou nova por estas estepes e tenho o agrado de comentar com vocês o livro A Vez da Minha Vida,  um romance irlandês com forte influencia americana.

Lucy Silchester, nossa protagonista, é uma garota na beira dos 30, com centos de complicações na sua vida. Vida que, alias, tinha perdido. Por causa disso, recebe uma misteriosa e inusitada carta convite, assinada pela sua própria Vida, convidando-a para um encontro pessoal. Lucy se encontra com ela (Cosmo, para os amigos), e com isso, com todos seus temores, frustrações e amores  dos quais sempre tentara fugir, tecendo um mundo de mentiras. Desta forma, com esse mundo de mentiras, consegue escapar da realidade dolorosa e manter as aparências. Contudo, Cosmo veio para por ordem na vida de Lucy e liberta-la de seu ensimesmamento, de seu velho amor, de seus bloqueios sentimentais e sociais. A didática de Cosmo é responder com uma verdade intima cada mentira publica de Lucy. Entre drama, romance e comedia a vida de Lucy vai se esclarecendo e as coisas tomam seu rumo.

Um livro com o qual toda mulher, num capitulo ou outro, se sente identificada. Uma típica garota independente, profissional que não quer se envolver com “qualquer um”, esperando o príncipe encantado pós-moderno. Eis aí o sucesso dele.

O bom: Literariamente,  é uma leitura fácil, leve, simples. Faz um paralelismo entre o ideal e o real, de uma forma engraçada. É sonoro e consegue dialogar como leitor. Engana-nos com seu universo paralelo, que no final sempre consegue tirar-nos um sorriso.

O ruim: No começo é muito detalhista, o que faz o leitor se perder com facilidade. Detalhes que nada acrescentam, excetuando o numero de paginas. Pouca beleza literária. Não há reflexões profundas.

Estética: Uma capa que chama a atenção dentre vários livros, o que o faz facilmente acessível e desejável. Tem uma fonte divertida, leve. As cores são suaves e a expressão da moça é de satisfação e liberdade.
Tem espaço para fazer anotações (coisa que eu adoro!, quando os livros são meus, claro). Capa mole. Um livro de fácil manejo.

O resgatável: Não é uma Simone de Beauvoir da vida, contudo, ensina que as pessoas mudam,  que nada é para sempre, que devemos enfrentar nossa realidade com fidalguia e se importar com aqueles que se preocupam por nós. Fechar etapas e sair dos esquemas mentais pré-fabricados e anacrônicos.

Tipo de caçada?




Ok caçadores, nos lemos em outras páginas.
Bom dia, boas leituras!

Daniela Vidal

3 comentários:

Kézia Lôbo disse...

Aiii que legal, to louca para ler, amei a capa... A resenha ta otima! =D

Daniela Vidal Ruiz disse...

Pode ler com confiaça,que vai se divertir.
Obrigada!
Bons dias, boas leituras! :D

Marina Bartholi disse...

Nossa, eu depois que li o livro dela P.S. eu te amo, eu passei a querer ler seus livros.

esse parece ser muito bom também. O que me chamou atenção é de que dá pra fazer anotações, eu achei isso interessante. Espero poder lê-lo ainda este ano.Adorei a sua resenha, muito clara e objetiva.

Bjkas
Marina :)
Blog Leituras e Afins
http://afinsdaleitura.blogspot.com/

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design