14 de nov de 2012

Resenha: Toda Sua (Sylvia Day)

Bom dia, Caçadores lindos!


“Começa de uma forma gostosa, tudo dando certo. Depois você broxa e nada mais te anima”. – Alair Lemes.


Ed. Paralela
ISBN: 978-85-65530-11-8
280 páginas


Recebi esse livro com grandes expectativas, mas devo admitir que foi frustrante. 

Quais são as chances de você ler o primeiro capítulo disponível no site da editora e pensar que a autora irá te surpreender e depois, com o livro impresso em mãos, começar a leitura e se deparar com mais um romance erótico que não apresenta nada de novo?

Bom, Eva é a mais nova moradora de Nova York, juntamente com seu amigo Cary. Apesar de ter um padrasto milionário e uma mãe que saiu de vários divórcios com muito dinheiro na conta, Eva ainda insiste em trabalhar como assistente de publicidade. Ok, ela deseja mostrar o seu valor e dizer principalmente para sua mãe que ela já é uma mulher e que pode levar sua vida sozinha sem problema algum, já que o passado está lá trás e agora ela é uma mulher crescida e vacinada.


 Gideon é um jovem de 28 anos e parece ser o cara mais perfeito desse enorme planeta terra. Ele é dono da Crossfire e por esse motivo parece que domina o mundo, é o cara mais poderoso, o que todos temem por ter astúcia... Gideon parace se dar bem em tudo, menos em relacionamentos. Certo, ele transa com todas, mas só transa. O cara é super traumático e por isso não consegue um relacionamento. 

Sinceramente eu estou muito cansado de homens perfeitos e casais bonitos. Isso tudo é muito Edward e Bella. Gente, por que o cara não pode ter um nariz? Por que a mulher não pode ter um cabelo anelado? Qual o motivo do casal ser completamente poderoso fazendo inveja em todos? Qual é!? Pensei que Sylvia fosse escrever algo diferente. 

Beleza, pode ter algo a mais nesse livro, o passado dos personagens. Mas ai entra a questão de todos os livros eróticos terem os personagens marcados por um passado problemático. Toda Sua tem uma história composta por personagens completamente chatos, problemáticos e que nos leva a um conteúdo de relacionamento não saudável. 

Um cara rico e perfeito e uma mulherzinha linda querendo provar algo nesse mundo, juntos em um uma tentativa de relacionamento extremamente ridículo, onde o que se predomina é o sexo, muitas vezes de nos deixar com os olhos arregalados, e o vocabulário baixo: p*rra, vem cá que vou m*ter o meu p*u bem fundo na sua garganta, preciso da sua b***tinha, c*...

Certo que isso é um livro erótico, mas as pessoas só vão comprar por causa disso? “Ai, vou comprar um romance erótico porque eles fazem de tudo no livro e falam muitas coisas idiotas na hora do sexo, principalmente quando vão gozar”. Aff!

Gente, acho que ficou claro que não gostei muito do livro não é mesmo? Quero ver algum autor encarar a escrever um romance erótico de uma outra forma. Qual o problema de inovar? Queria ler algo que o conteúdo fosse além de sexo. 

Voltando ao Gideon, no início Sylvia o descreve como O Cara, tanto que eu o imaginava como o personagem Bart Bass da série de TV Gossip Girl, mesmo ele tendo 28 anos apenas. Imaginava aquele cara imponente, o maioral, mas ai depois descobrimos que isso é mais falso que a unha postiça da minha amiga falsa.

E para não dizer que o livro é somente isso que escrevi, quero dizer que Cary, amigo da Eva é o personagem mais bacana desse livro, pena que é muito pouco explorado. Ele é bissexual, com uma tendência a gostar mais de homens e seus problemas pessoais dariam um ótimo livro. Ele e Eva são muito amigos e nesse ponto a autora não pecou. Nessa parte o livro tem todo aquele toque de realismo, das coisas que amigos fazem juntos, principalmente quando moram juntos. 


Para encerrar, devo admitir o quanto esse trecho que chocou. 




Quando eu tinha quatorze anos, pensei que estava menstruada, mas era sangue demais. Minha mãe entrou em pânico e me levou ao pronto-socorro. Tinha sido um aborto espontâneo. Durante o exame encontraram sinais de... outros traumas. Cicatrizes vaginais e anais...

Página 149.


Eu não retiro nada do que disse sobre o livro, mas ler isso nunca é bacana para mim, me deixa triste. 

Somente mais um trecho para vocês verem como a Sylvia descreve as cenas.


Havia tantas partes do corpo envolvidas que eu tive tempo de bater a porta com força antes de montar o quebra-cabeça. Uma mulher estava deitada de pernas abertas no chão. Outra estava debruçada sobre ela, chupando-a. Cary estava mandando ver nela com força, enquanto outro cara o comia por trás.
Página 261.

Classificação:

Gostaram?
Comentem!
Eu já dei minha opinião, agora estou esperando a sua.
Até semana que vem.
;)



17 comentários:

Jordana Broering disse...

Ok, achei seria um livro bom. Mas só pelas duas passagens me faz pensar que não é um livro erótico. É só sexo, sério não tem uma história boa. Acho que essa nova onda de livros eróticos, tá fazendo eles escreverem cenas de sexo e dizerem que é um livro. Eu compro um livro esperando ter uma boa história e não isso.

Beijinhos

MOonika Monteiro disse...

Alair sua resenha é sempre maravilhosa e apesar do livro não ajudar, ficou incrível! Não gosto de livro erótico, não gostei desse, já tinha lido algo sobre ele e o que eu li não me despertou nenhuma curiosidade. E estou indignada porque novamente a mulher bem sucedida que tenta ser independente vira uma pu** na história. Já cansei disso.

Jordana Broering disse...

@Jordanabroering

Debyh disse...

Olha perdi as contas de quantas vezes coloquei e tirei esse livro da lista. Como comentaram ai em cima e apoio totalmente: "Acho que essa nova onda de livros eróticos, tá fazendo eles escreverem cenas de sexo e dizerem que é um livro."
O livro tem que ser bem escrito independetemente do genero, senão não vale a pena ler.
@debyhsama

Racheel chefee disse...

Então, eu estava na mesma.
Uma amiga me indicou o livro dizendo que foi emocionante.
Então peguei emprestado com ela. Ainda não li.
Postei no twitter se alguém sabia um blog que tivesse resenha, mas nada.
E agora estou vendo aqui que tem a resenha.
Muito frustrante pra mim , como pra você.
Essa é a única resenha que li e não foi impactante.
Acho que também ]cansei de casais perfeitos.
Para mim só existe Edward e Bella mesmo. O único casal que achei lindo e perfeito. rs
Minhas expectativas acabaram em relação ao livro.
Agora ele vai pro fim da fila :/
Sua resenha foi bem sincera mesmo. Obrigada :D

Douglas Fernandes disse...

parece que esse livro tem que uma certa rivalidade com 50 tons de cinza, eu li 50 tons de cinza, achei umas partes Beeeem chata... esse parece ser melhor, mas nao to muito interessado em ler no momento nao, quem sabe quando nao tiver nenhum livro pra ler...rsrs
@doug_fo

Agda disse...

Oi Alair ^^
Bem que você me disse que não tinha curtido mesmo o livro.Bom eu disse pra você o que tinha achado já.
Eu adoro livros do gênero muito antes de virar modinha, li o 50 Tons e obviamente Toda Sua e gostei muitoo, tanto que prefiro mil vezes o Toda Sua que o 50 Tons.

@Agda01

Racheel chefee disse...

Meu Twitter @Cheefee

Vanilda disse...

EU acabei de ler Um olhar de amor e é o primeiro livro do gênero hot que eu leio, mais recentemente. A julgar pelas citações que você colocou aqui, Um olhar de amor é uma doçura! Nem de longe a autora "pesa" a mão assim. Estou meio pensativa agora.
@VanildaP

Thais Vianna disse...

Eu estou um pouco traumatizada com os livros eróticos. Odiei mortalmente 50 Tons de Cinza, achei chato, esquisito e meio sem noção.
Pelo jeito Toda Sua segue a mesma linha. Não sei se estou muito animada.

Thais Vianna
@dathais

Jayme Oliveira disse...

Eu esperava mais desse livro! Sinceramente achei que seria super diferente de cinquenta tons de cinza, mas pelo que li em sua resenha, parece um pouco mais apimentado do que cinquenta tons.
Perdi boa parte das expectativas que eu tinha de ler esse livro, parece muito explícito tudo!
Apesar disso, gostei de como falou do enredo e dos personagens, apresentando-nos de uma forma muito boa!
Abraço

Paula Camargo disse...

São nessas horas que fico feliz em saber que nunca li nenhum conto erótico,sério,eu realmente não tenho estomago para ler esse tipo de estória,acho que quem escreve conto erótico tem que ser um excelente escritor,pois contos eróticos não é so falar sobre sexo,tem que ter uma estória por trás.

paulacamargo@comp.ufu.br
@paula__camargo
http://llivroseletras.blogspot.com.br/

Pah disse...

Qndo eu li o livro tb estava com grandes expectativas, o problema foi que tinha lido o 50 tons antes, e esse livro parecia uma cópia só que mais bem escrita, e honestamente nao foi surpresa nenhuma qndo nos agradecimentos vi que ela agradece a autora do 50 tons, mas fazer o que até que nao foi ruim.... so espero q essa trilogia termine melhor que a da EL James

bjos
Pah
dicalivros.blogspot.com

Lorena @lamnell disse...

Acabei de desistir de querer ler esse livro. hahaha
A resenha definitivamente me desanimou, não apenas pela sua opinião, mas pelos trechos do livro. Prefiro coisas mais sutis!
Caso houvesse uma trama interessante enfeitada por essas cenas mais fortes, até valeria a pena. Mas só isso não dá...

Jennifer disse...

Acho que Sylvia meio que plagiou 50 tons. Tem muita coisa nas duas histórias em comum.

Ah, mas dentro dessa nova febre de romance hot, eu recomendo um nacional "Redes Sensuais". Ele me tocou por ser mais real e pela trama mais elaborada sem deixar de lado o erotismo.

Eu fiquei sabendo deste livro pelo Facebook e comprei pela internet, mas agora apareceu uma versão gratuita aqui neste link http://ge.tt/78mDJLP. Quem curte esse tipo de romance vale a pena conferir.

Fátima Nunez disse...

Finalmente alguém falou de "Redes Sensuais" então não estou ficando louca!!! Porque este livro só eu conheço, ninguém nunca ouviu falar. O problema é que trata-se de uma história com sexo sim, só que é bem mais intrigante e exige mais atenção (e inteligência) do leitor. Não sabia da versão gratuita comprei o meu pela internet ao ver a indicação em um blog e adorei!!!!
Quanto ao "Toda Sua" a resenha é boa e tirou da dúvida que tinha...Preciso de algo forte, mas que tenha a ver com a minha realidade, que eu possa me identificar. Afinal, conto de fadas já passei da idade... essas histórias forçadas de milionários atomentados não me fazem nem cosquinha...

Sonia disse...

Essa linha de livros hot, na minha opinião, não vem acrescentar algo melhor na literatura. As pessoas vão querer, pelas cenas de sexo e não pelo enredo. Principalmente, quando o livro não tem um enredo forte que justifique o detalhe hot, não apenas sexo por sexo.

soniacarmo
retalhosnomundo.blogspot.com.br

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design