5 de out de 2012

Resenha: O Oitavo Pecado (Adriana Vargas)

Bom dia, caçadores.
Hoje, sexta-feira e temos uma resenha nacional.
Vamos lá?

ISBN: 9788580451351
220 Páginas
Skoob
Compre


Eu já conheço a escrita da Adriana, afinal eu li o ARC do Voo da Estirpe e fiquei apaixonada, porém em O Oitavo Pecado a relação foi de amor e ódio e já explico o motivo.

Henaph é um anjo, porém um anjo vaidoso e curioso para o próprio bem. Desde o início apesar dos anjos serem assexuados, Henaph já se sentia como mulher e é aí que começa a complicação. 
Imaginem  Henaph como mulher, vaidosa, curiosa e com os hormônios a flor da pele, pois é, a situação não poderia ser diferente, confusões, dor e muitas experiências levam a personagem a picos de humor, desde uma felicidade infinita até uma dor tão profunda, que beira a depressão.

Inicialmente, Henaph tinha por função ser a guardiã do Jardim do Éden, porém apesar de culpar mesmo que indiretamente Hermes, foi ela que através do seu livre arbítrio decidiu tomar suas decisões, tendo todas as experiências humanas que almejava.

- Henaph, o que está descrevendo é a força com que a correnteza tenta te arrastar às paixões.

P.23
Aviso de antemão, que a escrita da Adriana possui vários sentidos e dependendo de como você está, você intui o contexto de várias formas. 

No início do livro, você analisa que o plano de Henaph é mais elevado, até pelo contexto e pelas palavras, porém quando ela consegue fazer a transição para o plano humano, a escrita muda ficando mais próxima do leitor. Gostei disso, pois assim você consegue distinguir as duas fases do livro.

Voltando ao conteúdo, Henaph é sucumbida pelos seus desejos mais secretos e apesar de vivenciar romances, ela sofre com a constância da vaidade, ciúme e coloca tudo a perder, inclusive a sua alma.

- Afasta-te Yekun!

A voz foi reconhecida por mim de imediato.
- Ah! O teu amantes defensor veio salvar o anjo falido.
P. 146

Sinceramente, na maioria dos livros eu sou do lado positivo, mas o Yekun é super engraçado. Ele aproveita quando a pessoa, ou melhor, Henaph está no fundo do poço, para aplicar o seu golpe, porém ao final, descobrimos que tudo tem uma razão de ser.

E é aqui que minha relação de amor e ódio atinge o seu ápice, pois Henaph apesar de não ter vivenciado a situação humana, conseguiu quebrar a cara duas vezes e pelo mesmo motivo. Sério, errar uma vez é humano, mas duas vezes é burrice. Sinceramente, achei que ela não estava envolvida tanto pelo amor, ela estava mais atraída pelo carnal, pela libido e pela sexualidade. Por isso, não só sofreu, como fez atos egoístas, que juntos se voltaram contra ela.

Gostei da visão de paraíso e purgatório que a Adriana desenvolveu, pois houve conexão com a trama principal e fez com que  o fechamento fosse o esperado.

Adriana mescla o meio angelical com a existência de deuses, e a relação de tudo isso com o plano terreste, de forma que não fica forçada ou que você não compre a ideia, muito pelo contrário, você consegue seguir a lógica e o encadeamento de fatos relacionados.

Em alguns momentos chorei, outros sorri e em outros morri de raiva, mas acho que todo autor quer justamente isso, que os leitores tenham a essa gama de sensações e que vivenciem o que o personagem principal traz consigo.

A nota ficou em quatro lupinhas e justamente pelo conteúdo, pois a diagramação e capa estão ótimas. A nota ficou assim, pois eu senti raiva da Henaph, justamente nas situações de burrice dela. Se ela fosse honesta logo de cara com o que queria, ela não iria passar por tudo o que passou e sinceramente, houve momentos que eu pensei em entrar no livro e dar uns tapas nela, pra ver se ela acordava pra vida, mas espero que vocês leiam o livro e comentem justamente o que vocês sentiram com e pela Henaph.


Até a próxima!

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito legal. Curiosa para ler

Rissia Ribeiro disse...

Nossa mudou a forma de comentar né ?! O.o ficou legal ! Eu gostei quando você faou que ele aproveita dela quando ela ta no fundo do posso porque ciceramente eu adoro livro assim acgo uper engraçado ver os personagens nessa situação ^^ Otima resenha ... espero eu meu pari me de esse livro

MOonika Monteiro disse...

Incrível! Incrivelmente Incrível! Ótima resenha e esse livro? Fantástico. Quero lê-lo. A mudança na maneira de escrever sem deixar o leitor perdido é uma característica de bons autores. Nunca li nada da Adriana, mas agora fiquei entusiasmada! :)

Juliana K disse...

Gostei da resenha e também gosto dos bandidos nos livros. hehehehe

Paula Camargo disse...

Nossa fiquei confusa com essa estória! Lendo a resenha percebi que nunca li um livro sobre anjos ou qualquer outra coisa meio sobre natural,fiquei curiosa para ler esse livro.

Jordana Broering disse...

O livro parece ser muito boma. Também não gosto muito desses protagonistas que só quebram a cara por fazerem besteira.
Achei a capa linda.

Beijinhos
@Jordanabroering

Clube dos Novos Autores - CNA disse...

Bom...
Já te disse né? Você é ótima!
Sabe, essa anjinha de araque não me enganou também, mas esperei que alguém muito mais esperta que ela descobrisse isso, e... Foi você minha linda!!!
Nem todas personagens são decididas como Clarice que topa qualquer parada, huaaa, acho que ela realmente ficará para sempre.
beijos flor!
Adoroooo
Adriana Vargas.

Mireliinha disse...

Fê, eu sou apaixonada pela escrita da Dri! :)
E tua resenha cheia de "amores e ódios" me chamou atenção, rs.

:*
Mi
Inteiramente Diva

João disse...

Pelo visto essa anjinha é pra frente...

Vanilda Procopio disse...

Primeiro: resenha muito bem feita (o que não é novidade!). Ainda não li nenhum livro da autora, mas pela resenha notei que ela escreve muito bem, dando vida intensa aos personagens, a ponto de você se irritar tanto com a protagonista. O enredo é bem interessante e a visão da autora no que se refere às criaturas celestes parece ser muito pessoal. Gostei muito de mais essa indicação!

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design