5 de set de 2012

Viva para Contar (Lisa Gardner) @Novo_Conceito

Bom dia, Caçadores!

“Essa pode ser uma história fictícia, mas vivida por inúmeras pessoas ao redor do mundo.” – Alair Lemes.
Ed. Novo Conceito
ISBN: 978-85-8163-016-8
480 páginas

Classificação:
Capa: 8,0
Conteúdo: 10
Diagramação: 7,5

Mesmo assim, eu não podia fazer aquilo. Não queria fazê-lo. Há certas coisas que nenhuma criança consegue expressar em palavras. Não têm o vocabulário para descrever a experiência. Uma moeda de dez centavos se você tocar o pênis do papai. Uma moeda de vinte e cinco se você o sugar. O que uma garotinha podia dizer sobre aquilo?
Aos 9 anos, Danielle Burto foi a única sobrevivente de uma tragédia familiar. Quase 25 anos depois, os fantasmas ainda assombram seu presente. Porque seu pai poupou sua vida? Danielle se sente culpada pelo que ocorreu anos atrás. Hoje, aos 34 anos, trabalha em uma clínica psiquiátrica, dedicando-se a crianças psicóticas. 

Victoria Oliver é separada e vive sozinha com seu filho Evan. Evan é uma criança de 8 anos, um garoto problemático. Mas Victoria fará de tudo para cuidar dele para que o mesmo não seja internado, achando que será capaz de cuidar dele sozinha, mesmo Evan tentando matá-la, fazendo essa ameaça constantemente. Então seu casamento acabou por isso e Michael foi embora, levando junto à filha mais nova do casal, Chelsea. 

D. D. Warren é sargento, magra, loura e solteira. D. D passa longos períodos sem se ligar com homens (culpa do trabalho). Ela não tem cachorro, gato, peixe e muito menos uma planta para que pudesse relaxar, admirando as folhas verdes. Nada de abraços, carinho pela manhã, nada de beijos no rosto, nada! D. D é uma mulher faminta por comida, sexo e está completamente sozinha. Mesmo com esses problemas pessoais ela ainda é segura de si e se dedica por completo a desvendar o assassinato de duas famílias.

Em um minuto estou em um jantar romântico, e no momento seguinte em uma casa com cinco cadáveres. E isso leva a outra casa com seis mortos, que em seguida, nos leva a uma ala psiquiátrica, de onde uma criança de 9 anos escapou para se enforcar enquanto estávamos no prédio.

A sargento D. D trabalha nesses crimes e um detalhe mostra que a clínica de Avaliação Pediátrica em Boston, local onde trabalha Danielle, é o que liga essas famílias assassinadas. Mas que cometeu esses crimes? Seria alguém de dentro da clínica? Alguém de fora? Em meio a isso tudo Danielle passa por momentos difíceis, pois a data em que sua família foi morta se aproxima. D. D pensa todas as hipóteses. Todos são suspeitos. 

D. D precisa ser rápida no trabalho de investigação. Evan e Victoria correm perigo e D. D precisa impedir o assassinato de outra família, além de descobrir o motivo que leva o assassino a cometer esses crimes que estão seguindo um padrão. 

Esse livro apresenta histórias de crianças com problemas psiquiátricos, abordando mais do que isso, mostra a violação sofrida por elas. Com a leitura, nós percebemos como é difícil lidar com as crianças psicóticas, como as pessoas se aproveitam disso, como a falta de informações leva a ignorância... Eu só posso terminar essa resenha dizendo que o final é digno e surpreendente. 

A classificação:
Só não dei 10 para a capa por que não gostei do tamanho da fonte usado para escrever o titulo e o nome da autora. O conteúdo é o máximo. A diagramação é simples: folhas amareladas, mas letras pequenas.

Espero que tenham gostado.
Comentem ai.
Até a próxima.
;)

9 comentários:

@Maryahtw disse...

Não faz muito meu tipo de leitura não mais valeu pela resenha ;p

Viviane de Andrade disse...

Não fiquei com muita vontade de ler, não faz muito o meu estilo de leitura. Sucesso !
http://devaneioselivros.blogspot.com
@DevaneiosLivros
Viviane de Andrade

@blamethegenes disse...

Nossa, adorei a temática! Show de personagens! FIQUEI DOENTE DE VONTADE DE LER!

@Diddicosta disse...

Primeira resenha lida sobre esse livro.
Gostei bastante :)
O conteudo parece ser meio pesado, mas intrigante.
Vai pra lista de desejados com certeza.

Parabens pela resenha!

Vanessa disse...

Parabéns pela resenha Alair! Estou ansiosa para ler Viva para Contar! Abraços!
www.newsnessa.com

@Agda01 disse...

Garoto adorei sua resenha!
Já tinha lido algumas resenhas desse livro, e tem um tema que totalmente me atrai,
acho muito interessante o enredo dele, e livros com uma investigação sempre me conquistam.Parabéns pela resenha ficou ótima.
Beijo

SonhosEmTinta disse...

Eu comecei a ler, mas não conseguia dormir direito com tanto suspense... e achei bem chato alguns pensamentos da D.D. Acabei pedindo a uma amiga pra resenhar... mas acho que vou acabar lendo tudo quando tiver um tempinho... hahaha

beijos.

Luiza Helena Vieira disse...

Pra mim, nome de autor tem de vir em letras pequenas. Assim não nos distrai do título...
Adorei esse livro. Gosto muito de suspenses com um pouco de psicopatia. Lista de desejados com certeza.

Luiza Helena Vieira
Obsession Valley http://obsessionvalley.blogspot.com

Virginia de Oliveira disse...

Nunca li nenhum livro sobre crianças com problemas psiquiátricos e fiquei muito curiosa em conhecer essa história. Quando li a sinopse já pude perceber como a assunto abordado no livro é perturbador. Quero muito ler esse livro.

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design