12 de jul de 2012

Resenha: Sorte ou Azar? (Meg Cabot)


Ed. Galera Record
ISBN: 978-85-01-08091-2
285 Páginas

Sorte ou Azar era um livro da lista dos meus desejados e posso dizer que não me arrependi.
Ele é leve, pequeno e finalizado com excelência.
A capa tem tudo a ver com o livro e isso é uma coisa que eu amo, pois não adianta ser só bonita, tem que ter um elo com a história, apesar de eu não gostar tanto de modelos na capa, mas dessa vez passa.


Bom, vamos começar?
A personagem principal é a Jean Honeychurch, porém devido alguns probleminhas ela é mais conhecida como Jinx.
Ela é de Hancock, porém vai para New York passar um tempo na casa dos tios Evelyn e Ted, devido um problema ocasionado na cidade natal.
Inicialmente você pensa que o problema é um e já fica com a centelha de suspense policial, porém ao final você descobre que o problema é outro e assim a centelha sobrenatural permanece na sua cabeça.
Jinx já começa o livro apresentando todas as suas dificuldades, afinal o título do livro Sorte ou Azar é proposital.

Mas foram os olhares maldosos que realmente fizeram efeito. Ninguém lá em Hancock seria tão perverso assim com alguém que obviamente era de fora da cidade.
P.11
Depois de conseguir, apesar de todos os problemas, chegar na casa dos seus tios, Jinx percebe que muita coisa mudou, principalmente no que se refere a sua prima Tory, ou Torrance como prefere ser chamada.
A garota, além de deixar claro que não quer a Jinx na sua casa, ainda faz a vida da coitada um verdadeiro terror, porém ela pensou que a nossa protagonista não teria uma carta na manga e felizmente a mesma tem.

-... álcool? - Tory havia se recuperado, e agora jogou um punhado de guardanapos para Zach. - Por que você acha que isso se chama chá gelado Long Island, idiota?
P.34

Uma personagem secundária, porém fofa e sempre prestativa é a Petra a au pair (babá dos filhos menores, em troca de abrigo e alimentação, em decorrência de seus estudos em um País que não seja o seu) dos Gardiner (tios de Jinx). Ela sofre e muito com as ações de Tory, porém Jinx consegue reverter a situação.

Jinx consegue também um amigo e parceiro para várias ações, seu nome é Zach. E desde o início entendi que ele era boa pessoa, ao contrário da maioria da turma de Tory.

O livro é bem explanado, a história corre solta e claramente você escolhe um lado. A Tory é uma sociopata pra não dizer mais, mas não posso entregar todo o livro, afinal nada melhor que você acompanhar a história com todos os seus momentos de surpresa, raiva, e emoção.
Tem romance, uma pintada de aventura e misticismo.

Infelizmente o livro é único e possui poucas páginas, pois gostaria de uma continuação, porém não muito longa.
É um livro que você devora em uma tarde e fica feliz.
Vamos para a classificação?
A capa é 8.5, apesar ligada com a história, não gostei da modelo na capa, enfim, estilo pessoal.
O conteúdo é 8.5, pois a Jinx poderia ser mais antenada em algumas situações e até um pouco vingativa.
A diagramação é 8.0, folhas amareladas e letras em bom tamanho.
Por isso, leva:

Espero que gostem e comentem.
Beijos e até a próxima.



Um comentário:

Anônimo disse...

Nao não,Jinx é o mesmo livro,só que em português eles colocaram outro título,no caso,: sorte ou azar.Como fazem nos filmes

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design