27 de jul de 2012

Resenha: Orgulho & Preconceito (Jane Austen)

Ed. Martin Claret              
ISBN 978-85-7232-691-9
320 Páginas
 Skoob 
Compare e Compre

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje vocês vão ter que me aguentar porque vou resenhar o meu livro predileto, o melhor livro de todos: Orgulho & Preconceito. Eu espero que com essa resenha vocês se apaixonem tanto quanto eu por esse livro e espero conseguir condensar toda minha admiração e amor por essa obra em palavras. Vamos começar?
Orgulho & Preconceito é um dos romances escritos pela espetacular e talentosa Jane Austen. É considerada sua obra prima e a que mais demonstra o caráter forte e marcante da escritora. O&P foi publicado a primeira vez em 1813, mas ela havia feito o livro muito antes com 21 anos. Existe um livro e um filme que conta basicamente a história dela e também em que momento ela criou esse livro e vou falar que a história dela é uma das mais lindas e tristes que já conheci, apesar dela ter conseguido vencer as barreiras do seu tempo, os costumes autoritários e o preconceito contra jovens escritoras e permitir que hoje nós possamos nos deliciar com suas obras. Mas vamos voltar para a história do livro! (Não falei que seria impossível eu me controlar).
Orgulho & Preconceito é a narrativa envolvente a partir dos olhos da personagem Elizabeth Bennet, dona de uma natureza forte, decidida, inteligente, carismática e bela, Lizzie rouba a cena com sua ironia peculiar e delicada, capaz de ser firme em suas palavras sem ofender. A história em si, começa quando o jovem e rico cavalheiro Mr. Bingley chega ao condado e todas as moças solteiras ficam ouriçadas, pois vê nele a esperança de ter uma vida de conforto para si e para a família. Entre as pessoas interessadas na estadia do caro Mr. Bingley estava a Mrs. Bennet mãe de Elizabeth, que tratou de colocar Jane (a filha mais velha e a mais bela da família) frente a frente com o cavaleiro, despertando obviamente a sua afeição pela moça. Junto com Mr.Bingley vieram também suas irmãs e o cavalheiro e seu melhor amigo Mr. Darcy cuja riqueza era ainda maior que a dele.
Assim que o viu, Elizabeth já sentiu uma atração por ele, mas foi repelida assim que ouviu da boca do mesmo, que ela não era adequada, nem bonita o suficiente para ele. E assim começa a trama, pois com o desenvolver da história, Darcy passa a lutar contra o seu preconceito e a se apaixonar por Elizabeth, e essa, por conseguinte, como teve seu orgulho ferido não quer e se priva de manter qualquer tipo de relação com o jovem cavalheiro.  Com um enredo marcante, mostrando claramente os costumes da época em que a história se passa, os casamentos vantajosos, a relação familiar, casamentos arranjados, militares e seus escândalos, entre outras características que marcaram a época, Jane conseguiu encaixar como se cada personagem da história fosse uma metáfora em si, sendo o representante de cada característica própria daquele tempo.  Não vou continuar contando sobre a história porque tenho a impressão de que vou falar mais do que deveria. ;p
 Jane foi capaz de desenvolver um romance sem qualquer cena ardente, nem se sequer um beijo e mesmo assim me peguei suspirando a cada página, a cada declaração, a cada fala recheada de amor de Mr. Darcy.  É claro que esse romance assim como os outros, traz um final feliz, mas não porque todo livro tem que ter esse final e Jane seguiu esse padrão, isso está interligado com sua história de vida, Jane Austen após largar o grande amor de sua vida e ver o noivo da sua irmã morrer, prometeu a ela e a si mesma que todas as suas personagens teriam um final feliz diferente dos delas. (AIIIIN QUE LINDO GENTE!)
Ela é tão talentosa que foi capaz de criar um romance aplaudido no século XVIII e amado no século XXI. O melhor enredo de todos os tempos. É claro que SERÁ um balde de água fria ler um romance com essa qualidade e depois ler esses romances que se “produzem” hoje em dia, mas com certeza você será outra pessoa. Esse é um dos livros que você não pode morrer sem ler, exclua todos os que estão na sua lista e coloque esse em primeiro lugar, se acabar com ele em poucas horas não se preocupe, Jane nos presenteou com uma série de livros e se eu tiver o prazer os resenharei para vocês! O/
Para não me estender ainda mais, deixo aqui essa SUPER dica de leitura e aproveitarei para deixar a dica do filme também, como Orgulho & Preconceito tem uma história muito envolvente, vários diretores reproduziram a obra, mas a mais famosa e a que me inspira mais foi o filme produzido em 2005, com Keira Knightley vivendo a nossa amada Elizabeth Bennet e Matthew Macfadyen como Mr. Darcy. 

Abaixo o trailer do filme:

video



Bom, agora vamos para a classificação, vocês devem imaginar como será não é?


Capa: 8 Olha eu não gostei da capa não, tem muitas edições com capa mais bonita, mas esse é um exemplar mais simples então...
Conteúdo: 10 muito 10! 10!10! 1000! Nem preciso comentar, poderia ser diferente minha classificação?
Diagramação: 6,0 as folhas são brancas e a letra pequena até porque nesta edição o livro é pequeno, né gente?


Bom, é isso minha gente! Espero que tenham gostado do livro e corram para ler/ assistir. Se vale uma dica, se você não tem costume de ler livro com uma escrita mais culta, veja o filme e depois leia o livro, ajuda a se situar na história. :)

Até a próxima semana, espero que eu consiga resenhar os outros livros!

Beijãão!
Bom fim de semana a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design