3 de jul de 2012

Resenha: A Esperança (Suzanne Collins)

Bom dia, Caçadores!
Essa resenha foi feita pelo caçador Ismael (IPH), aproveitem!

Ed. Rocco
ISBN: 9788579800863
419 Páginas

Classificação:
Conteúdo: 9.0

Capa: 8.0
Diagramação: 7.0

A Esperança é o apogeu da Trilogia Jogos Vorazes. Como é o último livro, é lá que todos os acontecimentos têm que ser concluídos. Por esse motivo, a narrativa já corrida da Suzzie virou um verdadeiro tsunami, e se você parar por um momento pra respirar pode perder o fio da meada.
                Não é que o livro seja ruim! Claro que não. Mas, como eu já havia comentado antes, o método da Suzzie de narrar em primeira pessoa se torna um pouco confuso, porque a cabeça da Katniss é meio caótica, kk. Então, se imaginem na situação dela: Ser obrigada a cooperar com gente que você não confia, ver sua casa destruída, seu amorzinho longe de você... Tudo isso faz a Kat se tornar mais depressiva que o normal, e dá pra reparar bem isso no decorrer do livro. E como a Collins narra aos solavancos, o resultado disso se torna meio confuso ao leitor.

ENTRETANTO, nem toda essa confusão toda torna o livro ruim. OMG! É o melhor livro da saga! (depois de Jogos Vorazes e Em Chamas kkkkkkk) Pena eu não poder contar nenhum spoiler, afinal não quero receber ameaças de morte, mas saibam apenas que o fim da Trilogia faz jus ao que fez a saga se tornar um sucesso: A crítica à sociedade contemporânea. Falei chique agora, é verdade, mas todo mundo sabe que esse é o motivo da série ter se tornado um sucesso tão grande, né? Os questionamentos pelos quais a Katniss passa, toda a mudança, o amadurecimento, as dores e pesares de se viver numa sociedade tão surreal como a de Jogos Vorazes são expressos nesse livro, em páginas e páginas de meditação enquanto a Niss tenta manter sua sanidade mental – e descobrir o que fazer da sua vida enquanto isso.
Se não fosse o fato de ser tão... objetivo, eu elegeria A Esperança como o melhor livro da saga. Quando comecei a ler, achei que a Su tinha parado com aquela mania de correr com as histórias, mas nossa, é meio o oposto que acontece. O começo lento e um pouco (só um pouquinho) desinteressante (;x) guiam a gente pro cenário de guerra que traz o fim. Uma coisa que é surpreendente, também, é a maneira que a SC consegue fazer uma narração em primeira pessoa com tão poucos elementos do lado emocional da personagem, e desenvolver isso por um livro quase todo, sabem? Mas dom é dom, né gente.
Ah, para aqueles que ainda estão no fim do segundo livro, uma surpresinha pra vocês: Kat & Gale vão parar no Distrito 13! Isso mesmo! Não vou falar mais nada, só que o 13 não é – de forma alguma – aquilo que eu esperava de um Distrito que conseguiu se livrar das garras da Capital. Na verdade, parece só uma versão Underground da mesma. Ops, falei demais!!!
Resumindo, antes que eu entregue mais detalhes baphonicos  do livro: A Esperança é ótimo, mas não pelos motivos que deveria, ou que se esperaria, pelo menos. O fim do livro (lê-se: as últimas considerações) acontece de maneira tão sem sal que, pelos próximos 10 minutos após o fim da leitura eu fiquei, tipo: “Sério que é só isso, mesmo???”. Mas depois que passa e a gente reavalia a conclusão, dá pra perceber que, pelo menos, a autora não abandonou suas técnicas de escrita à jato. E para os fãs de Harry Potter, fiquei de olho num epílogo um tanto quanto familiar, quase uma adaptação (bem, beeem mais objetiva) do nosso tão amado epílogo de HP e as Relíquias da Morte. Só que sem a magia da J.K.

A Capa foi 8, porque tecnicamente não mudou nada além das outras versões, só a cor ‘-‘
O Conteúdo foi 9, já que eu acho que a mão da Suzzane não iria cair se ela escrever mais algumas páginas pra encaminhar os leitores pra um final que realmente se parecesse com um u.u
E a diagramação foi 7 por motivos que, se eu falar, serei censurado (pois é, pleno século XXI), então é melhor eu evitar a fadiga.

Até a próxima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design