6 de set de 2011

Resenha: Para Sempre Ana (Sergio Camarch)

Bom dia, Caçadores!
Tudo bem com vocês?
Saudades?
Eu estou com muitas!
Estou cheia de novidades e surpresas pra vocês, mas como estou super, hiper, mega, ultra cansada, que tal uma resenha fofa hoje?
Vamos lá!

Edição: 1
Editora: Caravansarai
ISBN: 9788589862516
Ano: 2011
Páginas: 
336
Notas:

Capa: 7.5
Conteúdo: 8.5
Diagramação: 8.0

Sinopse: Na mística Três Luzes, o leitor percorre inicialmente três momentos afastados no tempo, onde três homens, de três gerações da família Rigotti, experimentam situações-limite pela influência de uma mesma mulher: Ana. A partir daí, a narrativa o leva a uma instigante viagem, nem sempre linear, entre meados do século XX e o início do XXI, na qual os dramas, o passado, o verdadeiro caráter e os segredos de cada personagem são pouco a pouco desnudados. A trama é conduzida pela busca de Ana e pela busca por Ana, forasteira misteriosa que abala os triluzianos e cuja trajetória se funde à dos demais em uma história carregada de luzes e sombras. A busca de Ana arrebata as emoções; a busca por Ana arrebata os sentidos. E ambas surpreendem. Sempre que tudo parece esclarecido, detalhes antes considerados sem importância provocam uma reviravolta geral na história. Até o último capítulo. Descubra se os mais atordoantes segredos de Três Luzes estão mesmo nos céus ou no fundo da alma de seus moradores.

Na pequena Três Luzes, conhecida pela curiosa fama de atrair visitantes de outro mundo, outra história, desta vez terrena, faz a cidade ter diversas reações. O foco é a família Rigotti, que por três gerações é conquistada, abalada e apaixonada por Ana, uma mulher diferente, de criação peculiar e cheia de ideais. Ela consegue exprimir diferentes sentimentos entre os cidadãos de Três Luzes, até que, em certo momento, some sem deixar vestígios. E assim começa “Para Sempre Ana”.

A trama, inicialmente, leva o leitor a imaginar um determinado roteiro. Este, porém, desenvolve-se de forma completamente diferente!Existem momentos em que há o sentimento de descoberta, mas, logo em seguida, outro fato ocorre e, assim, o sentimento de incerteza sempre paira no ar. Três homens e três destinos, todos ligados a Ana. Ana, uma forasteira na cidade, inicialmente não é bem quista. Porém, com o avançar das páginas e dependendo da ótica de cada leitor, ela pode ser vista como uma mulher mais humana, que possui diversas facetas, que sofreu, que viveu traumas e experiências não merecidas, que descobriu muito cedo como os seres humanos podem ser a pior espécie criada pelo homem; e que também conseguiu aprender e se superar diante de todas essas adversidades, conquistando não só a sua redenção, mas uma bela história de amor e uma vida que sempre almejou.Inicialmente, existe a presença de um narrador-observador. Mas, com o decorrer da trama, há o desenrolar pelos próprios personagens. Personagens, que começam de forma simples, ganham terreno no decorrer das páginas. Como exemplo, temos Carlos Rigotti, um jovem sem experiência, que, com o tempo, torna-se um homem de fibra e que valoriza a família. Seu pai - Nestor Rigotti, médico pediatra da cidade - é apresentado como um homem que vivia de aparências e sempre repudiava as aventuras do filho.Já a mãe, Márcia Rigotti, é uma mulher de renome, que sempre soube conduzir a vida da família de acordo com as regras da sociedade local. Porém, diante de eventos que não consegue controlar, mostra a sua real capacidade. É uma personagem que realmente gera grandes surpresas. Rigotti, uma família de renome que guarda diversos segredos, os quais provocam a avalanche de notícias e revelações que “Para Sempre Ana” proporciona ao leitor. Um roteiro único, diferente e surpreendente, que merece ser prestigiado. Em alguns momentos, o texto possui muitas explicações e detalhes, que poderiam ser usados apenas como notas de rodapé, facilitando assim o regular desenvolvimento da história. Porém, esses detalhes não inibem o conteúdo da obra.



Gostaram?
Então comentem e visitem o blog do livro: http://para-sempre-ana-o-livro.blogspot.com/ e do autor: http://sergiocarmach.blogspot.com/



13 comentários:

Jonas disse...

Interessante o livro!
Vou pesquisar mais sobre ele!

Adriana Vargas de Aguiar disse...

Hum, fiquei curiosa, e lendo, já imaginei voc~e com seu jeitinho, descrevendo o livro, rsss, te adoro!
bjs

Fernanda Carvalho disse...

Parece ser bom!

Achei a capa uma gracinha!

Beijos

http://livrosetsurus.blogspot.com

*Sa* disse...

Eu também gostei muito do livro e amei sua resenha!

O roteiro é realmente único!

Bjinhus

http://mundo-sa.blogspot.com

Vanvan disse...

Que curioso, é o segundo blog que vejo falando deste livro só hoje, fiquei com vontade de conhecer a história....o título é lindo e a sinopse também.

Gostei bastante da sua resenha Fê.

Balaio de Livros.

João disse...

Linda!
Saudades suas!
Eita que você nem dormiu né?
Já foi resenhar!
heheheheheheeh

Josy-chan disse...

eitaaa adoro livros diferentes!

Marcelo Lima disse...

Mais uma resenha desse livro , ain não sei se eu ia gostar... Sua resenha fico maara ")

Agda disse...

Nossa Feh parece ser um livro gostoso
de ler cheio de tramas.
Gostei bastante da resenha.
Parece ser muito bom mesmo.

@Agda01

Anônimo disse...

Gostei muito do livro...uma estória muito interessante,vai pra listinha...Bjs.
Eva Munhoz.

RUDYNALVA disse...

Olá!
Gostei da sua resenha, embora sua avaliação tenha sido mediana, o livro, a meu ver, parece muito bom. Na verdade essa foi a opinião que deixei em minha resenha dele: http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2011/09/resenha-21-para-sempre-ana-sergio.html
Apreciaria muito se pudesse deixar sua opinião lá, obrigada!
Seu blog é muito bom, parabéns!
cheirinhos
rudy

Mari Sampaio disse...

Oi, querida! Adorei sua resenha, havia lido outra também, e falaram maravilhas desse livro!
Vou ler!

Beijos!

Mariana Sampaio
Blog Tijolinhos de Papel

paula juliana espindola da silva disse...

Seguindo e Curtido!
Retribui?

http://overdoselite.blogspot.com.br/2013/11/resenha-liberta-me-trilogia-estilhaca.html

https://www.facebook.com/overdoselite
Bjus

Postar um comentário

Obrigada por comentar, Caçador(a)!
Volte Sempre!

Para postar links nos comentários, utilize o espaço correto:
1- Clique em Comentar Como:
2- Selecione a opção Nome/Url
3- Em nome, coloque o seu nome ou nick das redes sociais.
4 - Em Url, coloque o link do seu blog ou página das redes sociais.

Pronto, assim você comenta e ainda coloca os seus dados, sem fazer spam.

Para dúvidas, sugestões ou solicitação de informações, encaminhe email para: c.delivros@gmail.com

Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design