15 de nov de 2016

Modificações

Olá caçadores!
Tudo bem com vocês?
Bom, faz um tempinho que estou alimento o canal do CDL no youtube.
Acredito que nem todos viram, mas há vários vídeos e sobre vários assuntos.
E para quem é de São Luís, tem vídeo sobre o nosso encontro de outubro:


Até a próxima!

Curta o CDL no Facebook 
Siga @c_delivros no Twitter e @cdelivros no Instagram

9 de nov de 2016

Apenas um Garoto (Bill Konigsberg) @editoraarqueiro


Editora Arqueiro
256 páginas
Média no Skoob 4.1
Classificação do blog 4
Exemplar recebido para resenha


Rafe já saiu do armário há alguns anos e nunca teve problemas em relação a isso. Entretanto ele está cansado de ser rotulado como o garoto gay, o porta voz de uma causa. Isso o leva a decidir estudar do outro lado do país, numa escola somente para meninos, onde ninguém saberia sobre ele e assim, Rafe, poderia ser apenas um garoto.

Tudo ia bem na nova escola até Rafe se apaixonar por Ben, um jogador de futebol heterossexual. Ben é o personagem mais amável. Ele compreende perfeitamente as ideias que Rafe tem sobre rótulos, mas lida com isso de maneira diferente, do seu jeito.

Os dias e os acontecimentos vão fluindo até os dois se tornarem melhores amigos. Todavia, com anseio de perder a amizade conquistada, Rafe sente a necessidade de contar a verdade após acontecimentos importantes os marcarem.

A história aqui é um pouco clichê. Um garoto que tenta ser diferente numa escola nova até se apaixonar e as coisas começarem a ir para o brejo. Isso ainda funciona? Não sei quanto aos filmes e demais livros, gays ou não, mas com a escrita competente de Bill Konigsberg as coisas funcionam direitinho.

Admito que se tratando de romance o livro é fraco. Bill é extremamente audacioso ao explorar o que se passa na cabeça de Rafe e não nos deixar esquecer suas perspectivas e objetivos, afinal, existe um motivo maior para Rafe atravessar o país e começar uma nova fase em sua vida tão longe do conforto de sua família. E quando digo conforto, incluo aspectos mais abrangentes como proteção.

É um livro que fala sobre a descoberta da sexualidade e seu desenvolvimento, amizade e amor. E o que eu quero concluir aqui é: não somos um rótulo ambulante, acredite nisso!

“Ele me viu. Viu quem eu era por dentro e gostou, e eu gostei. Gostei de quem ele viu. Eu de verdade, não o rótulo”.



3 de nov de 2016

[Divulgação] Superdose de Camões: Sonetos

Lançamento da Via Leitura, do grupo Edipro, reúne 78 sonetos do poeta lusitano com notas explicativas dos termos não usuais

A Via Leitura lança Sonetos de Luís de Camões, o melhor do poeta em livro, que dispõe 78 sonetos selecionados detalhadamente em pesquisas embasadas em produções acadêmicas e, principalmente, as composições poéticas exigidas nos vestibulares. A obra inclui notas explicativas para os termos não usuais.


‘(...) Se nela está minh’alma transformada
Que mais deseja o corpo alcançar?
Em si somente pode descansar,
Pois consigo tal alma está liada1
Mas esta 
linda e pura semideia2,
Que como o acidente em seu sujeito,
Assim co’a alma minha se conforma (...)”
 1. Liada: unida, ligada por vínculos morais e afetivos.
2. Semideia: semideusa

Os Lusíadas, inspirada na Odisseia de Homero, foi a obra que consagrou Camões e, após esse feito, apenas três poemas foram publicados até a sua morte e, desses, apenas um em forma de soneto.

Sua morte foi em meados de 1579 e, apenas em 1595 por meio da publicação de Rhythmas, os poemas que abordam, principalmente a temática do amor, foram editorados e reeditados em 1598. A Via Leitura recuperou essas versões registradas e as transformou neste livro que apresenta os mais belos sonetos de um dos maiores poetas da língua portuguesa.

A coleção Biblioteca Luso-Brasileira, que já conta com 17 títulos em seu acervo, busca valorizar as produções em língua portuguesa. Por meio da série, a editora Via Leitura resgata e disponibiliza aos estudantes, pesquisadores e apreciadores da boa literatura verdadeiros tesouros de escritores consagrados do Brasil e Portugal.

Todos os títulos passam por um rigoroso processo de seleção de texto, buscando a maior fidelidade às primeiras edições ou àquelas consagradas pela crítica como as mais fiéis ao espírito do autor.

Lista de obras publicadas:
A cidade e as serras, Eça de Queiroz | A farsa de Inês Pereira, Gil Vicente | Amar, verbo intransitivo - idílio, Mário de Andrade | O auto da barca do inferno, Gil Vicente | Contrastes e confrontos, Euclides da Cunha Coração | Cabeça e estômago, Camilo Castelo Branco | Dom Casmurro, Machado de Assis | Iracema, José de Alencar Macunaíma | O herói sem caráter, Mário de Andrade | Memórias de um sargento de milícias, Manuel Antônio de Almeida | Memórias póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis | O alienista, Machado de Assis | O cortiço, Aluísio Azevedo | Papéis avulsos, Machado de Assis | Til, José de Alencar | Viagens na minha terra, Almeida Garret

Ficha técnica:
Editora Via Leitura
ISBN: 9788567097329
Edição: 1ª edição, 2016
Formato: 21x14 cm
Número de páginas: 96
Preço: R$ 21,90

12 de out de 2016

O bangalô (Sarah Jio) @Novo_Conceito

Bom dia caçadores!

O bangalô é uma ficção norte-americana escrita pela autora Sarah Jio. Além de escritora, Sarah Jio é também jornalista e responsável por um blog sobre saúde e bem-estar e atualmente seus livros são publicados em 27 países.

Editora Novo Conceito
Ano: 2015
Páginas: 316
Média no Skoob: 4.3
Média no Blog: 3 lupinhas

Compare e Compre

Lembranças boas sempre mexem com nossa vida, mas e se for uma lembrança de uma história que ainda não teve um final? Nesta história vamos conhecer Anne Calloway, uma jovem sonhadora que se formou em enfermagem juntamente com sua melhor amiga Kitty Morgan. Anne está noiva de Gerard Golfrey, seu prometido desde a infância fruto de uma amizade entre suas famílias.

"Quanto tempo você está disposto a esperar por sua felicidade?"

Mas Anne sente que deveria fazer algo maior com seu diploma, pois está em tempos de guerra e precisam de muitas enfermeiras voluntárias. Então ela resolve no dia da festa de seu noivado ir para Bora Bora com sua melhor amiga passar um ano, adiando o casamento com seu amado.

Essas são uma das lembranças de Anne Golfrey enquanto conversava com sua neta Jennifer, ao receber uma carta de Bora Bora depois de tantas décadas do que ocorreu por la, uma guerra que mudou tudo na vida dela e todos que viveram esta trama, principalmente quando ela descobre o que é o amor de verdade e quando conhece Westry Green e dividem juntos um bangalô.

O interessante na história do bangalô, é o percurso entre o passado e o presente narrado em primeira pessoa pela Anne ao relatar recordações de sua vida durante a Segunda Guerra Mundial e como foi vivência durante um ano em Bora Bora no ápice desta guerra que trouxe muita tristeza aos envolvidos.
Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design