24 de jul de 2016

[Divulgação] Mamãe, bota pra quebrar!

A mamãe é rock é um livro para as mães perfeitas, aqueles seres amorosos que nunca gritam, que fazem bolinhos sem glúten para as crianças, arrumam os brinquedos e nunca pulam o banho das filhas.  Esqueça tudo isso. A mamãe é rock é um livro sobre mães de verdade, que vivem todo dia na corda bamba. Foi pensando em situações verdadeiras, mas sem perder o senso de humor, que a jornalista Ana Cardoso deu vida a um livro de crônicas que toca do início ao fim o ritmo que só as mulheres com filhos entendem. A Mamãe é rock chega dia 1º de julho nas livrarias pela editora Belas-Letras.
Não, o livro não trata de gostos musicais, mas mostra esse lado – como a própria autora escreve – “in/tenso” que é a maternidade. Não é um livro de lamentações. Muito pelo contrário: traz histórias sobre os malabarismos que um casal jovem e moderno precisa fazer para criar os filhos.
A autora divide as verdades sobre  ser mãe de duas meninas em tempos de empoderamento feminino. Sendo assim, nada mais justo que criá-las para reconhecer a força que possuem como mulheres e “botar para quebrar” quando devem. E também ensiná-las a reconhecer que as famílias estão mudando.
“Em 2015, quando meu marido lançou o livro O papai é pop e foi convidado para ir ao Rio, no programa da Fátima Ber­nardes com a família, fiquei em Porto Alegre trabalhando e a Anita roubou a cena. Sem se preocupar muito com o linguajar, nem com o que o público costuma ouvir da boca das crianças, ela soltou o verbo: “Eu acho uma porcaria machista essa história de meni­na ter que andar de rosa e menino de azul”. E ainda emendou numa campanha por fraldários em banheiros masculinos.[...] Anita virou meme.” (p. 03)
Ana é, em alguns momentos, sarcástica com as regras impostas pela sociedade – claramente não adequadas para a correria do dia a dia de qualquer mãe. Em outros, divide ótimas dicas.
A família pop rock tenta mostrar que todo esforço vale a pena para criar os filhos. Ao mesmo tempo, Marcos Piangers lançaO papai é pop 2 com novas histórias sobre Anita e Aurora. Difícil não se identificar. 
SOBRE A AUTORA Ana Cardoso é jornalista e nasceu em Curitiba em 1977. Mudou-se para Florianópolis em 1999, onde trabalhou com esportes radicais na Rádio Atlântida por seis anos, pesquisou rádios e assentamentos do MST e concluiu um mestrado em Sociologia Política. Aos 26 virou feminista, aos 27 casou com o também jornalista Marcos Piangers, aos 28 teve sua primeira filha, Anita. A segunda, Aurora, nasceu sete anos depois. Vive em Porto Alegre desde 2006, envolvida até o último fio de cabelo com pesquisas sociológicas, grupos feministas e a família.

23 de jul de 2016

[Divulgação] Baronesa de Owen: bela, (nem um pouco) recatada e do lar

Romance de época O Despertar do Lírio transforma uma viúva ingênua em uma mulher fascinante e sedutora - assim como a flor que o nomeia
A romântica autora Babi A. Sette irá fazer os leitores suspirarem mais uma vez com a sequência da série de sucesso Flores da TemporadaO Despertar do Lírio, publicado pela Editora Novo Século, é um título independente do primeiro volume. A obra carrega um clima intrigante e sedutor, sendo que a narrativa se passa durante a Era Vitoriana na Inglaterra.
No livro, Lilian Radcliffe é uma jovem viúva conhecida por ter uma moral inabalável. Ela jurou fidelidade ao marido em seu leito de morte, e passou a viver isenta de emoções. Porém, não contava com o dia o qual Simon Thorn, um dos homens mais temidos de Londres, cruzaria seu caminho.
“Sou uma dama educada e não demonstro emoções. Lilian tentou se lembrar disso quando as pernas fraquejaram ao cair dentro do par de olhos mais azuis que já vira. E eles pertenciam ao barão assassino.” 
O barão, por outro lado, estimava encontra-la. Ele carregava nas costas o peso da fama de assassino por culpa de Rafael Radcliffe, o falecido esposo de Lilian. Movido por um desejo de vingança, Simon estava disposto a atingir de uma vez por todas seu maior inimigo. Mesmo que pra isso precisasse usar a viúva recatada e sem graça para conquistar seus objetivos 
Lilian sempre foi uma moça ingênua e conformada com a rotina pacata. Ela tinha a necessidade em manter sua reputação intacta, o que passou a ser tarefa árdua após conhecer Simon. Ele lhe fazia sentir coisas que ela, até então, não sabia que existiam. E como a simbologia por trás do lírio, ela revela-se uma mulher cheia de paixão e erotismo. Entretanto ele, conhecido por ter um coração de pedra, envolveu-se inesperadamente pelo perfume de flores e o sorriso encantador da jovem. 
“Simon era misterioso e profundo. Profundo, como o azul de seus olhos quando escureciam por…desejo? Ele a desejava. Ela estava certa disso.” 
Após muita resistência, o casal apaixonado se deixou levar por uma história eletrizante. A vingança e a honra já não importavam mais. O Despertar do Lírio possui todo o charme do século XIX, com direito a bailes, vestidos lindos, carruagens e castelos. Um clima perfeito, e que combina muito bem com o intenso amor vivido por Lilian e Simon. A obra, além de emocionante, é sensual e envolvente, para fazer o leitor vibrar a cada página e esperar ansioso para o próximo volume da série, intitulado Não me esqueças
 Sobre a autora: 
BABI A. SETTE começou a escrever romances há três anos e não parou mais. Seu livro de estreia, Entre amor e o silêncio, publicado pelo Grupo Novo Século, teve a primeira edição esgotada em poucos meses. Em seguida, lançou A promessa da rosa, seu primeiro romance de época, da série “Flores da temporada”. Formada em Comunicação Social, sente-se metade psicóloga; e outra socióloga. Ama viajar, conhecer pessoas e descobrir lugares. Apaixonada por romances de época, jura que viveria feliz também no século 19. Atualmente, mora em São Paulo com o marido, a filha, um cachorro, um gato e seus personagens.

22 de jul de 2016

[Divulgação] Você conhece o Rafe? @editoraarqueiro

18 de jul de 2016

@Bubarim em São Luís


Povo do meu Brasil, aconteceu nesse sábado (16), o II Planeta de Leitores.


Se você ainda não sabe o que é o planeta de leitores, por favor, leia a postagem aqui no blog ou no site do Clube do Livro Maranhão.


Mas, se você já é de casa, veja o pocket vídeo do evento e as fotos lindas e maravilhosas que foram feitas por Emy e João.

 
Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design