28 de abr de 2016

[Divulgação] 24º Bienal Internacional do Livro de SP traz programação multicultural e anuncia primeiros autores confirmados

Para compor a programação da Arena Cultural, já estão confirmados Lucinda Riley, Ava Dellaira, Jennifer Niven, Amy Ewing, Tarryn Fisher e Kevin Hearne

A Bienal Internacional do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), chega à sua 24ª edição, com atrações multiculturais voltadas para celebrar a leitura. O evento que ocorre entre 26 de agosto e 4 de setembro de 2016, no Anhembi, reunirá as principais editoras, livrarias e distribuidoras, e trará ao público atrações exclusivas, com presença de autores nacionais e internacionais, lançamentos de livros, tardes de autógrafos, oficinas, brincadeiras e debates.

Em sua última edição, em 2014, a Bienal do Livro se reinventou, trazendo para o público um evento democrático, diverso e multicultural, indo muito além da “feira de livros”. Com o tema “Histórias em Todos os Sentidos”, este ano o evento reafirma esse posicionamento, e convida o visitante a vivenciar as muitas histórias que a Bienal do Livro pode contar, de acordo com seus interesses.

“Existem várias Bienais dentro da Bienal do Livro, e queremos que cada visitante descubra a sua. Para os mais cults, conversas com autores conceituados no Salão de Ideias, para os mais jovens, presença de best-sellers de literatura Young Adults na Arena Cultural; para os fãs de gastronomia, oficinas no Cozinhando com Palavras; para as crianças, muita diversão e literatura infantil no Espaço Mauricio de Sousa e BiblioSesc, e por aí vai” afirma Luiz Antônio Torelli, presidente da CBL.

Para a criação da programação cultural, além da própria Câmara Brasileira do Livro, o evento contará novamente com a curadoria do SESC, e do Itaú Cultural (também apoiador cultural do evento).  Juntas, as instituições serão responsáveis pela programação do Salão de Ideias, que contemplará discussões atuais e de amplo interesse com escritores, pensadores e artistas, abordando temas de relevância social e cultural.

Na Arena Cultural, os visitantes terão o contato com autores de best-sellers, nacionais e internacionais, em bate-papos e palestras exclusivas. Nomes como Harlan Coben, Cassandra Clare, Mário Sergio Cortella e Paula Pimenta já passaram por este que é o maior espaço do evento. Neste ano, outros grandes nomes prometem marcar essa edição. Já estão confirmados: a romancista Lucinda Riley, as autoras para Young Adults, Ava Dellaira, Jennifer Niven, Amy Ewing e Tarryn Fisher, e o autor de literatura fantástica, Kevin Hearne.

Focado no público infantil, o Espaço Mauricio de Sousa trará diversas atividades interativas, com brincadeiras, teatro de fantoches, pinturas e desenho, além de uma exposição sobre os 80 anos do criador da Turma da Mônica.

O SESC também trará para o evento dois espaços BiblioSesc, com caminhões biblioteca e uma programação que vai de contação de histórias a espetáculos de música e literatura, sempre buscando o prazer de ler e de ouvir uma boa narrativa.

Para os amantes da gastronomia, o Cozinhando com Palavras chega à sua 4ª edição na Bienal do Livro. Com curadoria do chef André Boccato, o espaço une culinária, literatura e cultura, em uma verdadeira gourmet experience, estilo sarau.

O evento conta ainda com 150 expositores individuais e autores independentes. Entre os nomes confirmados estão: Grupo Autêntica, Companhia das Letras, Editora Cortez, Distribuidora e Edições Loyola, Editora Melhoramentos, Editora Moderna, Editora Novo Século, Panini, Grupo Record, Editora Rocco, Saraiva e Sextante.


AUTORES CONFIRMADOS

AVA DELLAIRA
Autora do sucesso juvenil "Cartas de amor aos mortos", que foi publicado em julho de 2014 pela Editora Seguinte (selo do Grupo Companhia das Letras) e está sendo adaptado para o cinema com roteiro da própria Ava Dellaira. Ela atualmente vive em Santa Monica, na Califórnia, onde trabalha na indústria cinematográfica e escreve seu segundo romance ("17 Years", previsto para 2018).

JENNIFER NIVEN
"Por Lugares Incríveis", seu primeiro livro voltado para jovens leitores, foi publicado pela Editora Seguinte (selo do Grupo Companhia das Letras) em 2015, tornou-se um best-seller do New York Times e teve os direitos vendidos para 37 países. Em 2017 a história estreará nos cinemas com Elle Fanning no papel principal. O próximo livro juvenil de Jennifer Niven, "Holding up the universe", será lançado no final deste ano. Além disso, ela é autora de quatro romances para adultos (“American Blonde”, “Becoming Clementine”, “Velva Jean Learns to Fly”, "Velva Jean Learns to Drive"), dois livros de não ficção (“The Ice Master” e “Ada Blackjack”) e um livro de memórias sobre suas experiências no ensino médio ("The Aqua-Net Diaries").

LUCINDA RILEY
A autora irlandesa do gênero romance histórico participa de sua segunda Bienal Internacional do Livro de SP. Escritora desde seus 24 anos, já teve suas obras traduzidas para 22 línguas e publicadas em 36 países. Apaixonada pelo Brasil, ela volta ao país para lançar dois novos livros pela Editora Arqueiro: A garota italiana e o terceiro volume da série As Sete Irmãs.

AMY EWING
Autora de livros para Young Adults, escreveu a trilogia “A Cidade Solitária”, publicada pela Editora Leya. “The White Rose”, segundo livro da série, chega ao Brasil ainda em 2016. “The Black Key”, o último da trilogia, será lançado nos EUA no final deste ano.

TARRYN FISHER
Autora best-seller do The New York Times, escreveu a “Trilogia Amor & Mentiras” (Love me With Lies): “A Oportunista”; “A Perversa” e “O Impostor”. Iniciou suas publicações de maneira independente e agora traz para o Brasil “A Oportunista”, sua primeira obra traduzida para o português, pela Editora Faro. Em 2015, seu suspense, “Marrow”, ficou entre os cinco melhores livros de Suspense e Mistério do ano do portal Goodreads, disputando espaço com autores como Stephen King.

KEVIN HEARNE
Fã incondicional de Star Wars desde criança, quando já adorava brincar com caças TIE, X-Wings e bonecos, Kevin Hearne é autor de “Herdeiro do Jedi”, parte do cânone oficial de Star Wars, publicado pela Editora Aleph. Hearne também é autor da série de fantasia urbana “The Iron Druid Chronicles”.

Em breve mais informações sobre a programação, ingressos e credenciamento no site: www.bienaldolivrosp.com.br/.

27 de abr de 2016

[Divulgação] Literatura denuncia agressão à mulher

Em uma história cheia de suspense, o autor Anselmo Duarte aborda a violência contra a mulher, drogas e corrupção na obra O Gosto do Sangue


Com clima de suspense, o livro O Gosto do Sangue, do autor paulista Anselmo Duarte, é uma obra que aborda os temas violência à mulher, uso de drogas, desvio de personalidade, corrupção, atuação da polícia. Tudo com uma pitada de ocultismo, indicando que existe o carma e que se deve pagar o preço do mal feito em vidas passadas.
            O enredo gira em torno de Rosana, uma jovem recém-graduada em arquitetura e que acaba de ser contratada pela Rossi, uma empreiteira que é comandada por um primo distante, Leandro. É através dele que ela conhece o Humberto. Este por sua vez apaixona-se perdidamente por ela, e os dois engatam em um romance aparentemente normal.
“Ela começa a caminhar e seus pensamentos fluem em sua mente em forma de questões sem respostas. “O que tá havendo? Será que tá apaixonado? Será que estou apaixonada? É muito cedo? Mas que beijo foi aquele? E que pegada? Por que eu gemi?” Ela sorriu em meio aos pensamentos e seguiu rumo ao seu apartamento com cara de feliz, espantada, curiosa, envergonhada... Na verdade, nem ela sabia.”
            Entretanto, pouco sabia Rosana que Humberto era usuário de cocaína e apresentava alterações de humor quando utilizava a droga, tornando-se muito violento e inconsistente. Com o passar do tempo, a arquiteta percebeu que havia se envolvido com um demônio e procurou a ajuda da polícia.
“Ela se levantou rápido, tentando dar um soco no rosto nele, mas ele era mais rápido e desferiu um soco que atingiu sua testa. Ela caiu novamente no sofá. Levantou-se rapidamente, achando forças Deus sabe de onde, e conseguiu cravar as unhas em seu rosto. Ele gritou de dor e, em seguida, a empurrou. Quando ela se afastou, ele deu outro tapa forte em seu rosto, e o sangue jorrou da boca de Rosana.[…]”
            Em uma narrativa cheia de ação, o leitor acompanha a luta de Rosana contra o obsessivo Humberto, que possui uma mentalidade machista e perturbada pela droga. Conseguirá Rosana se livrar do ex? Ou está ela fadada a uma vida de sofrimento, sempre sendo perseguida por ele e por suas abordagens violentas? Será que todo o sofrimento que passou já tinha sido escrito no destino?

[Divulgação] Livro que inspirou série da TV Globo sobre a filha de Tiradentes pode ser encontrado na Estante Virtual

No site, formado por uma rede integrada de 1.350 livreiros brasileiros, o leitor poderá encontrar também outros títulos que remontam a história de Tiradentes

Inspirada no livro “Joaquina, Filha do Tiradentes”, de Maria José de Queiroz, a série da TV Globo “Liberdade, Liberdade” remonta o cenário político nacional na época da Inconfidência Mineira. O movimento buscava a independência do Brasil da Coroa Portuguesa, e tinha como líder Joaquim José da Silva Xavier, conhecido por todos como Tiradentes, e enforcado em praça pública pelas tropas oficiais em 21 de abril de 1789. 

Quem quiser conhecer melhor o assunto pode encontrar a obra na Estante Virtual, site de venda de livros usados e novos, além de outros títulos que contam a história de Tiradentes, entre eles, “1789 - A História de Tiradentes e dos Contrabandistas, Assassinos e Poetas que Lutaram Pela Independência do Brasil”, do jornalista Pedro Dória; “21 de abril – Tiradentes, Sonho de Liberdade”, do autor Alfredo Boulos Junior; e “Tiradentes e a Inconfidência Mineira”, do historiador Carlos Guilherme Mota.

26 de abr de 2016

[Divulgação] 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro recebe inscrições até o dia 30

As secretarias municipais precisam fazer a adesão para que as inscrições dos professores e das escolas sejam validadas

Professores das redes públicas podem se inscrever até o dia 30 de abril na 5ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. O Programa, desenvolvido pela Fundação Itaú Social e o Ministério da Educação (MEC) com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), já teve adesão das secretarias de educação de todos os estados brasileiros e de mais de 3.700 municípios.

Em 2014, participaram mais de 5 milhões de alunos, de todos os estados. A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro tem como objetivo apoiar os docentes no aprimoramento das suas práticas didáticas para desenvolver competências de escrita nos estudantes e contribuir com a melhoria do ensino público. Os professores podem inscrever trabalhos de seus alunos em quatro gêneros textuais, de acordo com as séries: Poemas para alunos de 5º e 6º anos do Ensino Fundamental, Memórias Literárias para 7º e 8º anos, Crônica para 9º e 1º do Ensino Médio e Artigo de Opinião para os estudantes de 2º e 3º anos do Ensino Médio.

Valorizando a interação de crianças e jovens com os seus meios, a Olimpíada adota o tema “O lugar onde vivo”. Os alunos resgatam histórias, estreitam vínculos com suas comunidades e aprofundam o conhecimento sobre seus territórios. Para apoiar o desenvolvimento das atividades, o programa de formação continuada é amparado por material formativo que auxilia os professores nas oficinas de produção de texto. Os conteúdos foram criados para serem incorporados ao planejamento do ano escolar, sem fugir ao cotidiano da sala de aula.

O regulamento e as informações sobre o processo de inscrição de professores e secretarias estão disponíveis no portal www.escrevendoofuturo.org.br
Caçadora de Livros. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design